EnglishPortugueseSpanish

A Microsoft prometeu nesta quarta-feira (3) durante o evento Ignite 2021 que seu software de colaboração no ambiente de trabalho, o Teams, em breve terá suporte a chamadas com criptografia de ponta a ponta (E2EE, End-to-End Encryption).

O recurso estará disponível para clientes comerciais ainda no primeiro semestre deste ano. Inicialmente ele poderá ser usado apenas em chamadas 1 a 1 não agendadas, mas será expandido ao longo do tempo, conforme a necessidade dos usuários.

publicidade

“Será possível especificar quais membros de sua organização poderão usar criptografia de ponta a ponta. Atualizações futuras serão feitas para suportar as necessidades de compliance de nossos consumidores, incluindo a expansão para chamadas agendadas e reuniões online”, disse a empresa.

O Teams foi um dos softwares que teve crescimento assombroso durante o ano de 2020, quando boa parte do trabalho migrou para ambientes online. Outro software que cresceu foi o Zoom, um de seus concorrentes, que já suporta criptografia de ponta a ponta há algum tempo.

Mulher participando de uma chamada de vídeo em grupo
Criptografia de ponta-a-ponta é recurso cada vez mais necessário em videochamadas. Reprodução: Anna Shvets/Pexels.com

Além da criptografia de ponta a ponta no Teams, outra novidade para o mundo corporativo anunciada durante o Ignite 2021 foi o suporte a autenticação sem senhas (passwordless authentication) no Azure Active Directory.

Em vez de digitar uma senha, os usuários poderão fazer login em suas contas usando biometria (como reconhecimento facial e impressões digitais) com o Windows Hello, apps de autenticação como o Microsoft Authenticator, que fornecem um código de autorização temporário, e chaves físicas como tokens e pendrives compatíveis com o padrão FIDO.

A empresa também mencionou algo chamado Temporary Access Pass, que fornecerá um código curto válido por tempo limitado, como no Microsoft Authenticator, que os administradores de sistema poderão enviar às pessoas para que façam o login inicial em um sistema ou recuperem acesso.

“Quando há senhas, há um risco inerente para a organização”, diz o vice-presidente de marketing para segurança, compliance e identidade da Microsoft, Vasu Jakkal, em declaração ao Yahoo!.

“É uma longa jornada, mas esperamos que a autenticação sem senha se torne a regra. É uma forma mais segura de fazer as coisas, e quanto mais pudermos adotá-la acredito que mais poderemos proteger nós mesmos e nossas organizações”, afirmou.

Fonte: The Register