A China prepara a segunda tentativa de lançamento do Longa Marcha 7A, projetado para colocar uma carga de até 7 toneladas em órbita de transferência geoestacionária.

O foguete foi movido no último domingo para a plataforma de lançamento. Ele substitui o atual Longa Marcha 3B, que é capaz de transportar até 5 toneladas e meia.

publicidade

Além da maior capacidade de carga, o Longa Marcha 7A usa como combustíveis uma mistura de querosene e oxigênio líquido no núcleo e hidrogênio e oxigênio líquido no terceiro estágio. As misturas são muito mais seguras do que as usadas em foguetes anteriores.

Em março do ano passado, a primeira tentativa de lançamento do Longa Marcha 7A fracassou. O governo chinês nunca divulgou o motivo da explosão, mas a suspeita é de uma falha de pressurização logo após a separação entre o primeiro e segundo estágios.

Ainda não há uma data oficial para o lançamento, e a China não costuma transmitir o evento ao vivo. Então só vamos saber se a missão foi um sucesso depois que tudo acontecer…