Apple nega apelação e Parler segue banido da App Store

A rede social conservadora Parler segue banida da App Store após a Apple negar mais uma apelação dos representantes da rede social para que ela fosse incluída novamente na loja de aplicativos do iPhone

O Parler foi retirado das lojas de Apple e Google após os ataques ao Capitólio, nos Estados Unidos, no último dia 6 de janeiro. De acordo com a Bloomberg, após a decisão, a empresa cortou de seu quadro de funcionários os últimos três desenvolvedores especializados em iOS. 

Leia também 

CEO do Parler é demitido da companhia que ele mesmo fundou 

Justiça nega pedido do Parler para ter conta reativada na Amazon 

Processo contra Amazon é abandonado pelo Parler, que decidiu abrir nova ação contra a empresa 

Para negar a apelação, a Apple alegou que as mudanças pedidas nas práticas de moderação da plataforma não foram feitas e que as novas diretrizes anunciadas pelo Parler após sua volta, no último dia 15, não eram suficientes para cumprir as regras da App Store. 

“Depois de revisar as novas informações, não acreditamos que essas mudanças sejam suficientes para cumprir as diretrizes de revisão da App Store”, disse a Apple na resposta da apelação. “Não há lugar para conteúdo odioso, racista e discriminatório na App Store”, continuava a decisão. 

Termos depreciativos e símbolos nazistas

Analistas da Apple alegam ter encontrado termos depreciativos e símbolos nazistas circulando livremente no Parler. Imagem: Alex Gakos/Shutterstock

Para embasar sua decisão, a Apple incluiu uma série de capturas de tela da rede social. Em algumas delas, segundo a Bloomberg, era possível ver símbolos nazistas, como suásticas, além de nomes de usuários e postagens com termos racistas. 

“Pesquisas simples revelam conteúdo altamente questionável, incluindo uso ofensivo e facilmente identificável de termos depreciativos relacionados a raça, religião e orientação sexual, bem como símbolos nazistas”, escreveu a Apple. 

“Por esses motivos, seu aplicativo não pode ser devolvido à App Store por distribuição até que esteja em conformidade com as diretrizes”, dizia a conclusão da decisão. Atualmente, além da App Store, o Parler segue banidos do Amazon Web Services e da Play Store, do Google

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Esta post foi modificado pela última vez em 11 de março de 2021 10:18

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Kaique Lima