Apple processa ex-funcionário de roubar e vender segredos da empresa

A Apple está processando o ex-arquiteto de design de produtos Simon Lancaster, acusado de vender os seus segredos comerciais para uma fonte não identificada da imprensa. Segundo a empresa, o profissional fez isso na esperança de receber publicidade para sua startup.

De acordo com a ação, Lancaster e seu correspondente começaram a se comunicar em 2018 sobre a possibilidade de obter informações da companhia em primeira mão. O designer, inclusive, indicou que sua fonte investigasse os rumores sobre um produto da Apple no segundo trimestre de 2019. Na ocasião, ele disse que a novidade “poderia significar problemas” para sua nova startup.

Em comunicado ao The Verge, a Apple disse que leva “muito a sério o roubo deliberado de nossos segredos comerciais, a violação de nossa ética e nossas políticas. Faremos tudo o que pudermos para proteger as inovações que tanto estimamos.”

Os detalhes do caso

Simon Lancaster foi um dos idealizadores da Touch Bar. Imagem: blackzheep/Shutterstock

Em outubro de 2019, Lancaster notificou seu contato de que planejava deixar a Apple. Na época, ele perguntou se a sua fonte teria interesse em “escrever uma história sobre um veterano de design da Apple partindo para uma startup incrível?”. Segundo a Apple, o profissional também teria compartilhado informações sobre o “Projeto X”, que era segredo. Logo em seguida, no dia 15 de outubro, o designer submeteu seu pedido de renúncia ao cargo.

A empresa também alega que, mesmo após ter enviado seu pedido de demissão e ter sido instruído por outros funcionários a não comparecer, Lancaster participou de uma reunião específica sobre o “Projeto X”, tudo para obter informações e repassá-las ao seu contato na mídia. Ele também é acusado de ter usado suas credenciais para continuar salvando dados confidenciais até que seu emprego terminasse, de forma efetiva, no dia 1º de novembro de 2019.

Lancaster começou a trabalhar na Apple em 2008 e passou 11 anos atuando como líder de materiais avançados e arquiteto de design de produtos, até deixar o cargo em 2019 para ingressar na empresa de design Arris Composites. De acordo com o comunicado oficial anunciando sua mudança de emprego, o profissional afirma que trabalhou em “produtos inéditos da Apple” e nos modelos de Macbook Pro de 13 e 15 polegadas com a Touch Bar.

Fonte: The Verge

Esta post foi modificado pela última vez em 12 de março de 2021 17:57

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Gabriel Sérvio