Categoras: Produtos e Reviews

Bug no Windows 10 causava tela azul ao tentar imprimir documentos

Um novo bug que fazia o Windows 10 cair por completo, exibindo a famigerada tela azul da morte quando o usuário tentava usar impressoras conectadas à mesma rede, foi corrigido pela Microsoft na última semana. O problema vinha afetando usuários do PC com impressoras compartilhadas, e marcas como Kyocera, Ricoh e Dymo estavam entre os modelos afetados.

De uma forma resumida, as atualizações cumulativas de março de 2021 – arquivos KB5000802 e KB5000808 – passavam a causar a tela azul no Windows 10 sempre que o usuário enviava alguma solicitação de impressão a uma impressora conectada pelo Windows Server, segundo relataram usuários do Reddit.

Leia mais:

Imagem de erro exibida em um computador com um bug que derrubava o Windows 10 quando o usuário tentava fazer qualquer impressão. Imagem: Reddit/Reprodução

Segundo as reclamações vistas no fórum, a tela azul exibia a mensagem de erro “APC_INDEX_MISMATCH for win32kfull.sys”. “[A atualização] KB5000802 quebrou toda a impressão pela Kyocera em um dos meus clientes. A ‘Tela Azul da Morte’ é mostrada de forma similar ao problema de impressão que vimos em junho de 2020”, disse um dos usuários.

Bug confirmado e consertado

O site BleepingComputer usou uma máquina virtual para testes e conseguiu confirmar o ponto de origem do bug do Windows 10 como os dois arquivos de atualização mencionados – ambos parte do pacote March 2021 Patch Tuesday, disponibilizado semana passada. Ao reverter a atualização, o site confirmou também que o problema sumia.

Depois dessa solução temporária, a Microsoft se apressou para soltar as atualizações CVE-2021-1640 e CVE-2021-26878 para consertar o problema.

Desde a última semana, a Microsoft também vem brigando com outra falha de segurança mais grave e com impacto globalizado. No início de março, um ciberataque supostamente vindo de um grupo hacker chinês conseguiu acesso às contas de e-mail de milhares de clientes civis e corporativos, bem como algumas agências ligadas a governos. A falha de dia zero estava no Microsoft Outlook.

A Microsoft ainda está trabalhando junto a entidades governamentais e uma força-tarefa da Casa Branca, nos EUA, para consertar o problema, que basicamente consiste de hackers conseguindo ler e-mails e capturar informações sigilosas e dados que podem expor os clientes afetados.

Fonte: BleepingComputer

Esta post foi modificado pela última vez em 16 de março de 2021 12:39

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Rafael Arbulu