A espionagem de celulares e computadores continua em alta no Brasil. Um novo levantamento da Kaspersky mostrou que os brasileiros estão em segundo lugar no ranking global de vítimas de stalkerware, nome dado a programas espiões.

Segundo dados da empresa de segurança digital, em 2020 mais de 6,5 mil usuários no país foram vigiados por esses malwares. Isso representa cerca de 12% do total de ataques no mundo. O Brasil ficou apenas atrás da Rússia, que teve mais de 12,3 mil casos.

publicidade

De acordo com a organização Coalition Against Stalkerware, esses programas são muito usados, como forma de perseguição e ciberviolência entre casais – e as maiores vítimas são as mulheres.

Caso você suspeite que um programa do tipo esteja instalado em seu dispositivo acesse olhardigital.com.br e confira algumas dicas sobre o que fazer antes de remover stalkerwares do aparelho.