EnglishPortugueseSpanish

A fabricante de eletrônicos Acer foi vítima de um ataque de hackers que estão exigindo o maior valor de resgate já registrado em um golpe usando um ransomware. Para “liberar” a empresa os criminosos querem a bagatela de US$ 50 milhões, segundo o site francês LeMagIt.

O grupo de bandidos virtuais conhecido como ransomware REvil anunciou em sua página que os sistemas da Acer foram invadidos e mostrou algumas imagens de arquivos da empresa supostamente sigilosos para provar. Os prints mostram saldos de contas bancárias que seriam de membros da companhia.

publicidade

Os hackers do ransomware REvil são conhecidos por usarem o malware do tipo ransomware para invadirem sistemas de empresas e exigirem recompensas milionárias, mas nunca havia sido registrado valores tão altos como o desta vez com a Acer.

A gigante taiwanêsa por sua vez enviou um comunicado para o portal francês em que não deixa claro se de fato os seus sistemas foram violados, mas diz que registraram atividades anormais. “A Acer monitora rotineiramente seus sistemas de TI, e a maioria dos ataques cibernéticos está bem defendida. Empresas como nós estão constantemente sob ataque e relatamos situações anormais recentes observadas às autoridades policiais e de proteção de dados relevantes em vários países”, diz um trecho da nota.

Leia mais:

“Temos aprimorado continuamente nossa infraestrutura de segurança cibernética para proteger a continuidade dos negócios e a integridade de nossas informações. Incentivamos todas as empresas e organizações a aderirem às disciplinas e práticas recomendadas de segurança cibernética e estarem atentos a qualquer anormalidade na atividade da rede”, completa ainda a companhia.

Grupo hacker

Segundo o BleepingComputer, os hackers estão em contato com a Acer desde o último dia 14 e chagaram inclusive a oferecer um “desconto” caso o pagamento do resgate fosse feito até a quarta-feira (17).

Para efeito de comparação, antes do caso Acer, o maior valor já exigido de resgate em um ataque desse tipo eram US$ 30 milhões quando os sistemas da Dairy Farm foram invadidos pelos mesmos hackers.

Ainda de acordo com o BleepingComputer, os hackers podem ter se aproveitado de uma vulnerabilidade do Microsoft Exchange da Acer para roubar dados ou criptografar acessos. Houveram registros de movimentações com o domínio da gigante na plataforma.

Via BleepingComputer e LeMagI

Imagem Pixelcreatures (Pixabay)

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!