A Nuvemshop, plataforma para a criação de lojas online para pequenas e médias empresas, recebeu um novo aporte, de US$ 90 milhões, em uma rodada série D liderada pelo fundo de venture capital Accel Partners, com a participação de outras instituições de capital de risco.

O investimento acompanha o crescimento da startup, principalmente no ano passado, quando movimentou R$ 3,5 bilhões e registrou 14 milhões de transações em sua plataforma. Atualmente, a Nuvemshop tem quase 80 mil comerciantes em todo o Brasil, Argentina e México, em comparação com 20 mil no início de 2020.

publicidade

Com o novo aporte, a empresa pretende investir em processamento de pagamentos e serviços financeiros, gestão logística e atração de pequenos comerciantes. Também há planos de expansão para outros mercados, como Colômbia, Chile e Peru nos próximos 18 a 24 meses.

Os diretores da Nuvemshop no Brasil, sediada em São Paulo. Foto: Divulgação/Nuvemshop

E-commerce atraente

Não é de hoje que a companhia tem atraído investidores para o seu negócio. Com um ano de operação, em 2011, a Nuvemshop conseguiu captar US$ 300 mil de investidores anjos. No decorrer da última década, recebeu uma rodada série A, com valor não divulgado; uma rodada série B, liderada pelo fundo Elevar Equity, de US$ 7 milhões; e uma rodada série C, pela Kaszek Ventures e a Qualcomm Ventures, no valor de US$ 30 milhões.

Leia mais:

De acordo com o cofundador e CEO da Nuvemshop, Santiago Sosa, a nova geração de comerciantes não quer ser intermediada por outros mercados. “Eles querem se conectar mais diretamente com os consumidores e transmitir sua própria marca, imagem e voz”, afirmou.

A plataforma permite além de criar seu comércio eletrônico, gerenciar o portfólio de produtos e estoque, automatizar vendas e integrar os canais digitais, como Instagram e Facebook. Outra possibilidade é a integração de soluções financeiras, para pagamentos, e de logística, para entrega dos produtos.

Via: TechCrunch