A nova imagem é muito mais clara e cheia de detalhes do que a do primeiro buraco negro registrado em fotografias, em 2019.

Esse buraco negro está no centro da galáxia M87, a 55 milhões de anos luz da Terra. A imagem usa a polarização da luz para mostrar claramente os campos magnéticos em ação no disco de gás e poeira ao redor do objeto.

Esta é a primeira vez que astrônomos conseguem medir a polarização tão perto da borda de um buraco negro.

As novas imagens são importantes para aprender mais sobre como os buracos negros crescem e lançam feixes de ondas de rádio. É mais um passo no estudo desses gigantes e misteriosos engolidores de luz…