A Tokyo Game Show (TGS) 2021 será conduzida de forma inteiramente online, segundo informa a organização por trás de uma das mais tradicionais feiras do mercado mundial de jogos. O evento vem sendo realizado exclusivamente por streaming desde o ano passado, devido à pandemia da Covid-19.

Entretanto, para a edição deste ano, a TGS contará com um elemento presencial: membros credenciados da imprensa poderão entrevistar expositores e jogar as demos dos títulos exibidos presencialmente, em um evento destinado à mídia e influenciadores no Makuhari Messe, em Chiba , Japão. O local é o mesmo onde a feira vinha sendo realizada antes da pandemia.

publicidade

Leia mais

Imagem mostra palco de uma edição antiga da feira Tokyo Game Show: em 2021, evento será inteiramente online
Tokyo Game Show novamente aposta na transmissão online, a fim de não perder seu evento anual por causa da pandemia. Imagem: Hannari_eli/Shutterstock

A Tokyo Game Show 2021 será realizada entre os dias 30 de setembro e 3 de outubro, com um “novo sistema de agendamento” que permitirá reuniões virtuais privadas entre expositores e visitantes do mercado. Todas as apresentações serão transmitidas em japonês – o idioma da feira – com tradução simultânea em inglês. Há, ainda, planos de permitir que os consumidores que atenderem ao evento virtual possam testar os jogos e demos presentes, mas o comunicado não detalha como isso deve funcionar.

Em 2021, a TGS completa 25 anos de vida, em um período onde as transmissões online tomaram o lugar de eventos presenciais devido à Covid-19: além dela, a E3 2021 (junho) também será feita inteiramente pela internet, e a Game Developers Conference – a primeira a ser afetada pela pandemia no ano passado -, que inicialmente tinha planos de fazer um “evento híbrido” misturando elementos online e presenciais, abandonou a ideia e agora também deve ser veiculada exclusivamente por streaming. O mesmo vale para o PAX East, que apresenta não apenas games tradicionais, mas também jogos de tabuleiro e arcades, em julho.

A exceção à nova regra é a Gamescom: a organização do evento tradicionalmente realizado em Colônia, na Alemanha, ainda tem o desejo de uma realização híbrida. Conforme ela anunciou recentemente, a ideia é oferecer todas as medidas de segurança e proteção – além da esperança de que a vacina tenha ajudado a reduzir o impacto da Covid-19 até agosto, quando o evento for realizado -, como redução no volume de visitantes simultâneos, testes realizados no local e outros métodos.

Fonte: GamesIndustry