A forte neblina sobre a base da SpaceX em Boca Chica, no Texas, na manhã desta terça-feira não impediu a empresa de realizar um teste de voo com mais um protótipo da Starship. Entretanto, não foi desta vez que a espaçonave completou sua missão com sucesso.

A Starship SN11 explodiu cerca de 5 minutos após o lançamento, causando uma “chuva” de destroços sobre as instalações da SpaceX. A explosão aconteceu durante a descida, após um dos três propulsores Raptor ser religado em preparação para o pouso.

publicidade

A expectativa era que a SN11 repetisse com sucesso a sequência de teste executada pela SN10 no início de março: decolagem, subida até 10 km, descida “de barriga”, reorientação para posição vertical e pouso, porém sem o impacto ao tocar o solo que causou a explosão de sua antecessora poucos minutos após o pouso.

Com o característico humor, Elon Musk comentou sobre o acidente no Twitter. “Pelo menos a cratera está no lugar certo”, sugerindo que a explosão ocorreu durante o impacto da SN11 com a plataforma de pouso.

Após o acidente da SN11, a SpaceX vai entrar em uma nova etapa do desenvolvimento das Starships, passando para os protótipos SN15, SN16 e SN17. Os protótipos 12, 13 e 14 foram cancelados antes que a construção fosse completada.