EnglishPortugueseSpanish

Em um extenso artigo do The Hollywood Reporter (THR) que detalha a situação das refilmagens de ‘Liga da Justiça‘, foi revelado que Gal Gadot, a Mulher-Maravilha, sofreu nas mãos do diretor Joss Whedon. O substituto de Zack Snyder teria ameaçado prejudicar a carreira da atriz e menosprezou a diretora dos filmes solos da heroína, Patty Jenkins.

O diretor teve confrontos com todos os atores do filme, porém o caso de Gadot foi parar com o escalão alto da Warner Bros. Fontes do THR detalham o confronto entre a atriz e Whedon, que teria começado com problemas nas mudanças de roteiro.

publicidade
Gal Gadot como Mulher-Maravilha em 'Mulher-Maravilha 1984'. Imagem: Clay Enos/DC Comics
Gal Gadot como Mulher-Maravilha em ‘Mulher-Maravilha 1984’. Imagem: Clay Enos/DC Comics

Gadot tinha sérias preocupações com a versão revisada do filme, incluindo “questões sobre o desenvolvimento da heroína”. A fonte afirma que ela “queria fazer com que a Mulher Maravilha crescesse de um filme para o outro”, mas o novo roteiro deixava a personagem “mais agressiva”.

‎O maior confronto aconteceu quando Whedon forçou Gadot a gravar diálogos que ela não gostava, chegando ao ponto de ameaçar a carreira da atriz, e ofender a diretora do filme solo da hero[ina, Patty Jenkins. “Joss (Whedon) estava se gabando dessa situação com Gal (Gadot), dizendo que ele era o roteirista e ela iria calar a boca e fazer aqueles diálogos reescritos, pois assim ele podia fazê-la parecer incrivelmente estúpida no filme”, relatou testeunha ao THR.

‎Gadot e Jenkins, então, levaram a briga até o presidente do estúdio na época, Kevin Tsujihara. Em resposta à publicação, a atriz declarou em um comunicado: “Tive meus problemas com (Whedon) e a Warner Bros. resolveu todos em tempo hábil.”‎

Vale lembrar que Tsujihara deixou o comando da Warner Bros. pouco depois das refilmagens de ‘Liga da Justiça’, acusado de assédio sexual.

Leia mais:

A versão original de ‘Liga da Justiça’ arrecadou US$ 657,9 milhões em todo o mundo, com um custo de produção estimado de US$ 300 milhões. Segundo fontes de financiamento de filmes à Deadline, a produção não lucrou e teve um saldo negativo US$ 60 milhões na época.

Com o ‘Snyder Cut’, é estimado que o valor da produção esteja em US$ 370 milhões, dado as refilmagens e efeitos visuais adicionais.

E a nova versão, com quatro horas de duração, já está disponível no Brasil e pode ser alugado em plataformas como: Apple TV, Claro, Google Play, Looke, Microsoft, Playstation, Sky, Uol Play, Vivo e WatchBr por R$ 49,90.

Fonte: Screenrant

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!


Experimente o Disney+. Clique aqui e Assine agora!