Bradesco anuncia mudanças nas respostas de sua inteligência artificial em ação contra o assédio

O Bradesco anunciou na noite desta segunda-feira (5) uma série de mudanças nas respostas da BIA, sua inteligência artificial para interação com os clientes. A ação visa dar uma resposta contundente contra o assédio e faz parte da adesão do banco ao movimento “Hey, Update My Voice”, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). 

O projeto tem como objetivo combater o preconceito de gênero e o assédio contra inteligências artificiais e assistentes virtuais, que, na maior parte das ocasiões, possuem vozes e nomes femininos, como Alexa e Siri

“A BIA não é uma mulher real, ela é uma inteligência artificial, mas também sofre assédio, e isso acontece porque ela é composta por elementos femininos”, declarou a empresa em comunicado. “Assim a violência também é baseada no gênero. A omissão a esse tipo de ofensa só colabora para que o assédio seja visto como algo natural”, completou o banco. 

Leia também: 

A partir de agora, a BIA dará respostas contundentes e firmes quando forem feitos comentários abusivos contra a assistente. “Com respostas novas e firmes para comentários abusivos, a BIA quer enfrentar o assédio, propondo uma mudança na maneira como as mulheres são vistas em nossa sociedade”, disse o Bradesco na descrição da campanha publicitária. 

Quais serão as respostas

Em um vídeo de cerca de um minuto, o Bradesco informa que sua inteligência artificial vinha sofrendo uma série de ofensas e até algumas investidas sexuais, mesmo sendo um computador. Um exemplo disso, é a resposta dada pela assistente ao ser chamada de burra ou imbecil. 

Antes, a resposta automática era “Não entendi, poderia repetir?”, agora, o retorno será “Essas palavras são inadequadas, não devem ser usadas comigo e com mais ninguém”, em um tom de voz firme e imperativo. 

Em relação a investidas, também haverá uma resposta mais dura. Anteriormente, ao receber o pedido de uma foto atual, por exemplo, a resposta padrão era “Foto? Apesar de falar como humana, sou uma inteligência artificial”. Agora, o retorno será: “Pra você pode parecer uma brincadeira, pra mim foi violento”. 

Além disso, o Bradesco disponibilizou uma seção em seu site para falar sobre assédio moral e sexual e passar algumas orientações às mulheres de como agir caso sejam vítimas deste crime. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal! 

Esta post foi modificado pela última vez em 6 de abril de 2021 09:29

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Kaique Lima