EnglishPortugueseSpanish

Considerado referência em consultas sobre reputação de empresas e relações de consumo, o site Reclame Aqui, que conta com mais de 360 mil companhias cadastradas, atualiza periodicamente seus rankings de avaliação. Entre todas as categorias, o Instagram figura este mês como a pior empresa dos últimos 30 dias, de acordo com as queixas registradas pelos consumidores na plataforma. A rede social também foi a segunda companhia que mais recebeu reclamações na última semana, ficando atrás apenas do aplicativo de entrega iFood.

Além de liderar a lista das piores empresas dos últimos 30 dias, o Instagram ficou com a terceira colocação no ranking de reclamações no mesmo período, com 14 mil registros. Em segundo lugar ficou a Americanas Market, com 17,4 mil reclamações. O iFood figura no topo da lista com 27,8 mil queixas registradas.

publicidade
Instagram está no topo da lista de piores empresas no Reclame Aqui. A rede social é a terceira em número de queixas nos últimos 30 dias e a segunda mais reclamada da semana. / Créditos: Reclame Aqui

A rede social obteve nota média 5.4 de pontuação dos últimos 6 meses, recebendo a classificação de “ruim”, de acordo com o cruzamento de dados realizado pelo Reclame Aqui. No geral, desde que foi implantado o sistema de avaliações da plataforma, em 2018, o Instagram é considerado uma empresa “regular”, com nota 6.1. A pontuação vai de zero a 10.

Principais reclamações contra o Instagram

Entre os problemas mais reportados sobre o Instagram está a suspensão e/ou banimento de conta, com mais de 4,7 mil apontamentos. Em seguida, as configurações de perfil aparecem com cerca de 2,3 mil registros. Problemas com login e senha foram informados por quase 1,7 mil usuários. Por último, queixas relacionadas a aprovações de anúncios, com 960 registros. Outros apontamentos que não se encaixam nessas categorias representam mais de 72 mil reclamações.

Leia também:

Apesar de ter respondido praticamente todas as milhares de reclamações, a empresa resolveu 41,2% dos problemas relatados nos últimos 6 meses, recebendo uma nota média de 4.09 para o atendimento.

Entenda como é calculada a reputação da empresa

Baseado nas avaliações dos consumidores, o Reclame Aqui analisa os seguintes critérios para a formulação da reputação: índice de resposta; média das notas do consumidor; índice de solução e índice de novos negócios – referente aos clientes que respondem “sim” quando perguntados se voltariam a fazer negócio com a empresa.

Para fazer o balanço da avaliação, a plataforma calcula a média ponderada baseada nos critérios relacionados. “Todos os critérios possuem valores que variam de 0 a 100, com exceção da Média (varia de 0 a 10), assim o valor da média das avaliações é multiplicado por 10, para estar na mesma escala das demais”, explica o site.

Mas, nem todas as empresas cadastradas são avaliadas. De acordo com as regras do site, para receberem análise de reputação, as empresas passam por duas avaliações prévias:

  • Possuir índice de resposta superior à 50%. Se possuir um índice de resposta inferior, ela automaticamente é categorizada como NÃO RECOMENDADA. Isso é feito para garantir que empresas que não respondem a seus consumidores não sejam beneficiadas;
  • Possuir um número de avaliações igual ou superior a 10. Se possuir menos, a empresa ficará com reputação SEM ÍNDICE.

Fonte: Reclame Aqui

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!