O novo Auxílio Emergencial começa a ser pago nesta terça-feira (13) para nascidos em abril que possuem inscrição no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O valor vai de R$ 150 até R$ 375 dependendo da família. Para quem recebe o bolsa família, os pagamentos começam em 16 de abril.

A primeira parcela para os nascidos em janeiro começou a ser paga no último dia 6. Como este ano não foram abertos novos cadastros, só terá o benefício aqueles que tenham recebido também em 2020. (Veja o calendário). Lembrando que o fato de ter recebido o primeiro auxílio não garante o pagamento do segundo, mas o cadastro continua sendo o mesmo, o que muda são apenas algumas regras. Ou seja, não é preciso fazer um novo cadastro.

publicidade

Segundo o Ministério da Cidadania, ocorreu uma nova triagem dos cidadãos cadastrados no sistema para manter apenas quem realmente necessita do Auxílio Emergencial na volta do programa. Com a medida, apenas 45 milhões devem receber o novo auxílio — cerca de 11 milhões de brasileiros cadastrados anteriormente no programa ficarão de fora. Hoje, o valor do Auxílio Emergencial será pago para 2,38 milhões nascidos em abril.

Leia mais!

Dividida em quatro parcelas, a nova rodada de pagamentos terá um valor médio de R$ 250, podendo chegar até R$ 375 para famílias comandadas por mulheres que criam filhos sozinhas. Os valores, pagos por meio do Caixa Tem, serão direcionados aos trabalhadores informais com renda mensal inferior a meio salário mínimo e renda familiar de até três salários mínimos. Após os nascidos em abril, serão contemplados com o Auxílio Emergencial os nascidos em maio, junho e assim por diante. Os pagamentos da primeira parcela do benefício, para todos os públicos, vão até 30 de abril.

Os valores a serem pagos variam pela condição de cada família:

  • Para quem mora sozinho: R$ 150
  • Famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres: R$ 250
  • Famílias chefiadas por mulheres: R$ 375

Via Agência Brasil