Categoras: Cinema e Streaming

Streamings brasileiros hospedam festivais gratuitos de cinema

A 6ª edição da Mostra de Cinema e Audiovisual CineCaos, criada em Cuiabá, capital do Mato Grosso, começa na próxima terça-feira (20), com cerca de 40 filmes apresentados. Os conteúdos serão hospedados na plataforma Würlak, portal de streaming brasileiro.

Os filmes da mostra vão ficar divididos em cinco categorias: “Poéticos e Experimentais”; “Ficção Científica e Distopias”; “Horror, Suspense e Mistério; “Retratos do Isolamento” e “Espírito do Caos”. As obras ficam acessíveis até o dia 30 de abril, grátis e online, pelo site www.wurlak.com.br.

Leia mais:

Para assistir, o espectador só precisa se cadastrar na plataforma da DRK Entretenimento, empresa que também é responsável pelos serviços Darkflix, Bradoky e Darkomix. O portal será o mesmo que serviu de palco para a 17ª edição do Fantaspoa. Esse festival segue até domingo (18) e inaugurou a plataforma. O Würlak vai, em breve, disponibilizar seu serviço por assinatura.

Imagem: Festival POE/Reprodução

Ainda neste mês de abril, entre os dias 21 e 30, o ambiente digital também vai hospedar a 6ª edição do Festival POE de Cinema Fantástico de São José dos Campos. Esse evento conta com 68 filmes na programação, entre produções nacionais e internacionais.

No Festival POE, a plataforma usada será a Darkflix, online e de graça, precisando apenas realizar o cadastro no site. A edição vai contar com duas novas categorias: “Queen Fantástico”, com obras protagonizadas e dirigidas por Drag Queens, e a “Anima Sanja”, uma mostra nacional com animações do gênero terror.

Tanto o Würlak, com a Mostra de Cinema e Audiovisual CineCaos, como a Darkflix, pelo Festival POE de Cinema Fantástico de São José dos Campos, vão divulgar mais detalhes sobre os eventos no decorrer dessa semana. As programações também vão ser divulgadas pelos sites em breve.


Experimente o Disney+. Clique aqui e Assine agora!

Esta post foi modificado pela última vez em 14 de abril de 2021 16:19

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Karol Albuquerque