Ciência e Espaço

Conchas gigantes no valor de R$ 139 milhões são apreendidas nas Filipinas

Por Matheus Barros, editado por André Lucena
19/04/21 16h26
Conchas gigantes na praia

Conchas Gigantes Créditos: Reprodução/Redes Sociais

Agentes da Guarda Costeira das Filipinas apreenderam mais de 150 toneladas de conchas de mexilhões gigantes fossilizadas avaliadas em US$ 25 milhões (cerca de R$ 139 milhões). A carga foi encontrada nas margens de uma ilha na província de Palawan durante uma operação em parceria com o setor de inteligência da Polícia Federal da Austrália.

Quatro suspeitos foram presos por traficar as conchas gigantes fossilizadas que são conhecidas localmente como “taklobo”. O comandante da Guarda Costeira da região de Palawan, Comodoro Genito Basilio, afirmou que este foi o maior transporte ilegal de mariscos já registrado.

Conchas de mexilhões gigantes apreendidas em março de 2021.
Imagem: Divulgação/ Governo de Filipinas

Rosalle Tequillo, acusada por ser integrante do grupo que pegou as conchas gigantes, afirmou que possuía permissão do gabinete de Rodrigo Duterte, presidente filipino, e do Escritório de Pesca e Recurso Aquáticos para coletar os objetos. Porém, a permissão não foi comprovada.

A Lei de Conservação e Proteção dos Recursos da Vida Selvagem das Filipinas aponta que é ilegal “explorar intencionalmente e conscientemente os recursos da vida selvagem e seus habitats” para fins comerciais ou de coleção. Na legislação local é previsto até dois anos de prisão ou multa de US$ 410 (R$ 2,3 mil na conversão atual).

Leia também!

O Conselho de Palawan para o Desenvolvimento Sustentável (PCSD, na sigla em inglês), um dos órgãos responsáveis pela operação, apreendeu no começo de março 342 peças de conchas de mexilhões gigantes que valiam 160 milhões de pesos filipinos, equivalente a R$ 18,6 milhões.

O PCSD emitiu um comunicado a pescadores e cidadãos da região pedindo que as coletas e vendas dos mariscos gigantes e animais ameaçados não aconteçam, pois essas conchas são essenciais para preservar a vida marinha selvagem ao abrigar espécies de animais ameaçados e impedir o crescimento excessivo de algas.

Via: CNN

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe sua opinião
Tags