EnglishPortugueseSpanish

A fintech Hash, especializada em infraestrutura de pagamentos, recebeu o aporte de US$ 15 milhões em uma rodada série B liderada pelo fundo QED Investors e contou também com participação da Canary e da Kaszek.

A QED Investors é uma empresa de capital de risco com sede nos Estados Unidos e é conhecida aqui no Brasil por investir em fintechs como Nubank, Guiabolso, Creditas, Loft e QuintoAndar.

publicidade

A Hash possui uma tecnologia que possibilita que empresas terceiras ofereçam aos clientes suas próprias soluções financeiras dentro de seus ecossistemas, por meio de maquininhas e soluções de pagamento digital customizáveis.

investimento
O fundo de investimentos QED Investors é conhecido por ter apostado nas fintechs Nubank, Guiabolso e Creditas. Crédito: Shutterstock

Com o investimento, a startup pretende investir o montante para expandir os negócios, bem como ampliar o portfólio de serviços oferecidos – como emissão de cartão de crédito e abertura de conta digital.

Pagamentos digitais

Fundada em 2017, as soluções da Hash reduzem os investimentos iniciais que as empresas podem ter na implementação e custos operacionais em até 95%, de acordo com a startup.

No ano passado, a Hash cresceu mais de dez vezes no primeiro semestre do ano, registrando um total de R$ 300 milhões em transações realizadas por meio da sua plataforma, e mais de 15 mil clientes.

Veja mais!

Para este ano, a expectativa de crescimento da Hash é de R$ 1,5 bilhão processados e, para 2022, a meta é de R$ 8 bilhões.

A Leo Madeiras, por exemplo, é um dos clientes da startup. Com as soluções da Hash, a empresa conseguiu implementar uma conta digital e a máquina de cartão, apelidada de Leozinha, que já é utilizada por mais de 10 mil marceneiros parceiros da varejista no Brasil.

Via: exame