EnglishPortugueseSpanish

A taiwanesa MediaTek, responsável por desenvolver processadores para equipamentos eletrônicos e considerada atualmente como a maior fornecedora de chipsets para celulares do mundo, estuda uma mudança significativa na fabricação de seus chips.

A empresa pretende avançar para um processo de fabricação em 3 nanômetros, um salto ainda maior do que o indicado por rumores anteriores, que apontavam que os seus próximos SoCs ainda seriam desenvolvidos em 5 nanômetros.

publicidade

Segundo o portal asiático MoneyUDN, a companhia será uma das primeiras do mercado a adotar a novidade junto a parceira TSMC (Taiwan Semiconductor Manufacturing Company, multinacional taiwanesa e principal fabricante de chips da indústria de eletrônicos). Além dos novos chips em 3 nanômetros, a MediaTek também deve oferecer semicondutores feitos em 4 nanômetros.

Se de fato isso se confirmar, a empresa vai se juntar a outras gigantes da tecnologia, que buscam processos cada vez mais avançados para a fabricação de seus chips, algo que também será explorado no futuro pela Apple e a sua principal concorrente, a norte-americana Qualcomm.

A especulação da mudança foi o suficiente para a MediaTek receber uma avalanche de pedidos de componentes de várias fabricantes de celulares Android, como a Oppo e a Xiaomi .

Chips habilitados para 5G

Chip ARM da MediaTek
MediaTek pode se tornar um nome importante para o futuro da tecnologia 5G. Imagem: g0d4ather/Shutterstock

A decisão da MediaTek também pode levá-la a se tornar uma importante fornecedora de chipsets compatíveis com a tecnologia 5G para os próximos celulares de ponta. Algo que representaria outro marco na história da empresa, já que esta seria a primeira vez que ela aposta no segmento de celulares topo de linha, antes dominado pela Qualcomm, como uma competidora de peso.

Leia mais:

Por fim, o processo de fabricação em 3 nm, como se trata de uma tecnologia mais avançada, deve impactar no custo final dos próximos chips da MediaTek compatíveis com 5G, que devem subir de US$ 30/35 para US$ 80, o que também vai representar um aumento significativo nas receitas da empresa.

Fonte: MoneyUDN