A Nasa divulgou novas imagens do primeiro voo do helicóptero Ingenuity em Marte. Feitas pelo rover Perseverance usando o conjunto de câmeras Mastcam-Z em seu mastro, elas mostram nuvens de poeira causadas pelo movimento das hélices durante a decolagem e pouso.

“Estes vídeos processados lado-a-lado feitos com a Mastcam-Z do @NASAPersevere revelam nuvens do #MarsHelicopter durante a decolagem e pouso. Isso nos ajuda a compreender melhor os ventos em Marte, e como a poeira viaja através da atmosfera do planeta”, disse a agência.

publicidade

O Ingenuity fez seu primeiro voo nesta segunda-feira (19), um feito histórico que provou que é possível para uma aeronave a rotor voar em Marte. Isso abre as portas para o uso de drones em missões futuras, seja para reconhecimento de terreno ou exploração de locais inacessíveis.

O voo aconteceu no 16º “Sol” (como são chamados os dias em Marte) da missão, e a equipe do helicóptero tem uma janela de 30 sóis, ou seja, mais duas semanas, para realizar até cinco voos de teste. Cada um será gradativamente mais complexo que o anterior, explorando os controles da aeronave e seu sistema de navegação autônoma.

Os próximos voos do Ingenuity

A expectativa é que no quinto voo o Ingenuity seja capaz de subir a cinco metros de altura, escolher um local a 50 metros de seu ponto de partida, se deslocar até lá e pousar. A duração máxima de um voo é de 90 segundos, limitada pelas baterias a bordo do helicóptero.

Mas por enquanto, a equipe da Nasa está focada em um objetivo mais próximo: a análise de todas as imagens e dados de telemetria recebidos para formular um plano para o segundo voo, que não deve acontecer antes desta quinta-feira (22).

“Se o helicóptero sobreviver ao segundo teste, a equipe irá considerar a melhor forma de expandir o escopo dos testes”, disse a agência espacial norte-americana, Nasa. 

Fonte: @NASAJPL