Brasil nativo: Motorola inclui duas línguas indígenas nos smartphones com Android 11

A Motorola anunciou recentemente a inclusão de dois idiomas indígenas nos smartphones. Agora, qualquer pessoa que tenha um dispositivo da marca, atualizado com o Android 11, pode acessar as línguas Kaingang, falada no Sul e Sudeste do Brasil, e Nheengatu, falada na Amazônia, Colômbia e Venezuela.


Segundo a Fundação Nacional do Índio, a Funai, existem hoje no Brasil cerca de 225 povos indígenas, além de outras 70 comunidades vivendo em locais isolados e que ainda não foram contatadas. No total, são mais de 180 línguas e dialetos diferentes..


A pesquisa para habilitar as línguas indígenas nos smartphones da Motorola teve inicio em 2018 e foi realizada em parceria com o professor Wilmar D’Angelis, da Unicamp, e representantes das comunidades indígenas.


A Kaingang e a Nheengatu estão ameaçadas de extinção. E esse foi um dos aspectos levados em conta pela Motorola na hora de incluir as línguas indígenas nos dispositivos.


E se engana quem acha que a proximidade com a tecnologia faz os índios perderem contato com a própria cultura. Os novos recursos se tornaram aliados na busca por conhecimento e na divulgação das causas indígenas.


A equipe da Motorola planeja liberar todos as informações coletadas durante o projeto, com centenas de milhares de palavras e frases, sob uma licença Open Source.

Aí, qualquer pessoa vai poder estudar e fazer uso desses dados também em outras plataformas. Foi necessário desenvolver um teclado customizado para entrada de texto nos novos idiomas, mas a empresa está trabalhando com o Google para adicionar as linguagens ao GBoard.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Esta post foi modificado pela última vez em 13 de maio de 2021 17:14

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Elias Silva