EnglishPortugueseSpanish

Um homem foi flagrado nos Estados Unidos pilotando um drone gigante, que mais se parecia com uma espécie de “hoverboard”, veículo popular no universo do filme “De Volta para o Futuro II” (1989). No entanto, a prancha voadora era mais parecida com a usada pelo Duende Verde dos primeiros filmes do “Homem Aranha”, do início da década de 2000. 

O vídeo de uma pessoa passeando em cima de um drone com foi postado no Twitter pela conta Buitengebieden com a legenda “este homem está vivendo em 2030”. Nas imagens, é possível ver o rapaz percorrendo uma avenida pouco movimentada, usando um capacete e passeando em alta velocidade em um veículo de alta potência com oito hélices. 

publicidade

O homem é o engenheiro Hunter Kowald, que aparece nestes outros vídeos:

Drone “hoverboard” custa mais de R$ 54 mil

Apesar de não ser muito comum, o veículo é fácil de se conseguir, mas com um precinho bastante salgado. Ele é comercializado desde 2015 por uma empresa chamada Omni Hoverboards, reconhecida pelo Guiness como a criadora da primeira prancha elétrica do mundo. 

Leia também: 

Já foram lançados vários protótipos desde a criação da empresa. Um modelo parecido com o do vídeo custa US$ 20 mil (R$ 108,73 mil). Existem opções mais “baratas”, que podem ser adquiridas por cerca de US$ 10 mil (R$ 54,37 mil), mas a compra deve ser feita diretamente com os responsáveis pela empresa, não havendo uma loja oficial para a aquisição. 

A Omni frequentemente testa seus hoverboards em locais públicos, a maior parte deles no interior dos Estados Unidos. Em um outro vídeo que também ficou popular, é possível ver um homem atingindo uma altura acima da linha de topo de árvores em um lago no campo. 

Além de ser o inventor da primeira prancha elétrica, o nome do dono da Omni Hoverboards, Catalin Alexandru Duru, também está no Guiness como o voo mais longo em um veículo do tipo. Em 2015, o inventor voou por mais de 275 metros com sua engenhoca. 

Em entrevista ao site Auto Evolution, ele explicou algumas das especificações do equipamento que usou para sair por aí como se fosse Marty McFly, do filme ‘De Volta Para o Futuro II’, em 2015.

O hoverboard de Hunter Kowald conta com hélices voltadas para o chão e uma estrutura de fibra de carbono personalizada, operado através de um controle remoto nas mãos do condutor. O drone gigante do engenheiro pode levar uma carga útil de até 227 quilos e um peso total de 340 quilos. Ou seja, o suficiente para carregar uma pessoa.

E, depois de vários experimentos e testes explosivos, a prancha de Kowald é segura. Para isso, ele garantiu que o hoverboard pouse tranquilamente mesmo que dois dos motores ou um dos cinco sistemas de energia apresentem problemas. “Em uma emergência, a rotação da hélice é capaz de quebrar a velocidade do som e se manter supersônica, para compensar as forças perdidas”, explicou Kowald.

O drone hoverboard do engenheiro conta ainda com iluminação de navegação de aeronaves da Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês). Todos os componentes são feitos sob medida, a nível industrial. Mas, por enquanto, Hunter Kowald só divulgou esses detalhes.

O engenheiro garante ainda que o equipamento tem tempo de voo de mais de 20 minutos. Ele contou aos seguidores, nas redes sociais, que está fazendo “mais desses”. Preços, porém, seguem indisponíveis, assim como um investimento maior. Hunter Kowald disponibilizou um formulário para os interessados tanto em comprar quanto em investir.

Confira o vídeo mais recente do hoverboard de Kowald:

Com informações do Futurism e SciTech Daily 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal! 


Experimente o Disney+. Clique aqui e Assine agora!