A Sony vendeu 7.8 milhões de unidades do PlayStation 5 (PS5) no primeiro ano fiscal, que terminou em 31 de março de 2021, ultrapassando os resultados do PlayStation 4 (PS4) no mesmo período, com 7.6 milhões unidades comercializadas.

Os números foram divulgados na apresentação anual dos resultados financeiros da Sony, confirmando que o console conseguiu atingir a meta definida pela companhia – que era superar o lançamento da PS4 -, mesmo em meio à pandemia e apesar da escassez global de semicondutores, que atrasou a produção e venda de novas unidades.

publicidade
playstation 5 ps5
PlayStation 5. Imagem: Kerde Severin/Pexels

O relatório ainda revelou que a empresa vendeu 4,5 milhões de unidades do PS5 em todo o mundo até o fim de 2020. Isso significa que 3,3 milhões de unidades foram vendidas somente nos três primeiros meses de 2021.

Leia mais:

Os resultados são um evidente sucesso, fazendo com que o ano fiscal tenha sido o melhor da história para a divisão de games da Sony, que registrou receita de US$ 25 bilhões (cerca de R$ 136 bilhões). No Twitter, um famoso analista fiscal da área de jogos, Daniel Ahmad, explicou que as vendas de console contribuíram para 20% do faturamento, enquanto acessórios como o PSVR e outros ajudaram com 21%. Mas o grande “ganha-pão” do PlayStation foi com certeza o conteúdo adicional dentro dos jogos, como os DLCs, que representou 34%, graças à popularidade dos jogos free-to-play.

As cópias físicas de games, como devem imaginar, fazem parte da “menor fatia” do histórico da Sony, representando apenas 5% da receita do ano fiscal.

De acordo com a Sony, é esperado que a tendência se mantenha, prevendo um novo aumento de receita para o próximo ano fiscal, ainda que com uma queda dos lucros provocada pelo investimento no aumento de produção e, claro, a pandemia de covid-19. A previsão é que sejam vendidas 14.8 milhões de unidades do PS5 até março de 2022.

Mas é bom lembrar que ainda é muito difícil comprar um PS5, seja no Brasil ou no mundo, por conta da alta demanda superando em muito a oferta – afetada pela escassez de componentes. Na apresentação, o CEO da Sony Interactive Entertainment, Jim Ryan, afirmou que o fator continuará a ser um problema por certo tempo, mas que a companhia trabalha continuamente para aumentar a oferta de consoles.

Apesar de todas as restrições e problemas, o lançamento da nova geração foi um sucesso e o PS5 tornou-se o console que mais rapidamente vendeu nos Estados Unidos (EUA), que atualmente é o maior mercado de games do mundo.

Vendas do PS5 em alta, mas e o PS4?

PlayStation 4
Imagem: Joeri Mostmans/Shutterstock

Como é de esperar, as vendas de PS4 caíram no último ano fiscal. O console vendeu apenas 5.7 milhões de unidades, contra 13.5 milhões do período anterior. Mesmo assim, a Sony continua investindo no videogame da geração anterior, que registra 115,9 milhões de unidades no mundo todo.

Apesar da mudança de foco para a PS5, Jim Ryan garantiu que a Sony vai continuar a servir o PS4 com novos jogos e atualizações ao menos até o fim de 2022, devido à enorme base de usuários que ainda permanece com o console.

Fontes: The Verge e IGN

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!