A Microsoft Teams possui 145 milhões de pessoas usando seu aplicativo de comunicação todos os dias. Este aumento simboliza 26% desde que a Microsoft revelou que o uso do Teams aumentou durante a pandemia para 115 milhões de usuários ativos diários em outubro de 2020. O sucesso chamou a atenção de serviços como Slack e Zoom.

No início da pandemia, a Microsoft tinha cerca de 32 milhões de usuários ativos diários do Microsoft Teams e saltou para 75 milhões em semanas. O crescimento é considerável impressionante, assim como a persuasão em fazer as empresas migrarem para a nuvem e adotar o Teams em 2020.

publicidade

Por mais que seja difícil comparar os serviços rivais, Google e Zoom não revelam os usuários diários ativos. Ou seja, um único usuário pode ser contado várias vezes se participar de diferentes reuniões durante o dia em outras plataformas.

O Zoom disse que tinha 300 milhões de participantes ativos diariamente e o Google tinha 100 milhões de participantes ativos diariamente, ambos no ano passado. Enquanto isso, o Slack revelou que tinha 12,5 milhões de usuários simultâneos, porém, depois a empresa evitou a contagem diária de usuários.

O crescimento do Teams da Microsoft explicar também o motivo do serviço ter problemas este ano, já que algumas equipes ficaram paralisadas por duas horas ontem, por conta de uma interrupção e problemas de conectividade.

Leia também:

Fonte: The Verge

Microsoft Teams passa por instabilidade no mundo todo

Na manhã de terça-feira (27), alguns usuários do mundo todo estão relatando instabilidade no serviço de chamadas Microsoft Teams. No Twitter, a empresa confirmou a falha e disse que trabalha para resolver o problema.

“Confirmamos que esse problema afeta os usuários em todo o mundo. Estamos revisando a telemetria de monitoramento e as mudanças recentes para isolar a origem do problema”, escreveu a Microsoft.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!