Categoras: Pro

Infraestrutura de TI: PMEs planejam aumentar investimentos em 2021

Pelo menos metade dos pequenos e médios empresários da América Latina planejam aumentar os investimentos em infraestrutura de TI neste ano. O principal foco, neste sentido, será a modernização de computadores, além de servidores e soluções de armazenamento externo.

É o que indica estudo realizado pela IDC e patrocinado pela Dell Technologies. Enquanto um quarto dos entrevistados (25%) projeta um investimento médio de US$ 20 a US$ 50 mil, cerca de 20% indicam que o valor investido deve superar US$ 100 mil. 

No entanto, a transformação digital ainda é um entrave para algumas organizações. Embora 52% dos médios negócios já estarem no processo de maturidade digital média ou avançada, 60% das pequenas empresas ainda estão em estágios iniciais. 

PMEs pretendem aumentar investimentos para modernizar infraestrutura de TI. Imagem: NicoElNino/Shutterstock

Uma das alternativas para o avanço na digitalização pode estar no modo de aquisição da tecnologia. Soluções como serviço, por exemplo, oferecem flexibilidade, escalabilidade e otimização de custos. Os investimentos em Infraestrutura como Serviço (IaaS) são prioritários para 40% dos líderes de PMEs na América Latina, segundo o estudo.

“No contexto do isolamento social, ficou ainda mais clara a relevância de investir em soluções de TI que suportem a transformação digital, que passou a ser essencial para a sobrevivência e o sucesso dos negócios, da economia e da sociedade em um ambiente com transações cada vez mais virtuais”, pontua Luis Gonçalves, líder da Dell Technologies na América Latina.

Prioridades e investimentos

Os computadores foram indicados como a principal aquisição por 88% dos líderes de PMEs na região. Além dos PCs, os pequenos e médios empresários buscam por servidores (67%) e smartphones (46%) para atualizarem e modernizarem seus negócios.

Ao realizar um investimento, 98% das empresas consideram o desempenho do processador na escolha de computadores ou servidores – que ainda precisam ter funcionalidades de segurança e proteção de dados. Vale ressaltar que mais de 50% das empresas consideram o sistema operacional como um fator de decisão de compra.

Leia mais!

O valor do investimento é outro ponto importante na escolha do fornecedor. Para 52% dos gestores de PME consultados, o custo total é o principal fator decisivo, seguido por variedade de portfólio (40%) e oferta de serviços (39%).

Participaram do estudo 900 empresas dos setores de finanças, manufatura, serviços, comércio e governo. Os países das participantes compreendem a Argentina, Brasil, Chile, Caribe, Colômbia, México, Peru e países da América Central.

Esta post foi modificado pela última vez em 28 de abril de 2021 16:02

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Fabiana Rolfini