EnglishPortugueseSpanish

Apple X Facebook: mudança na privacidade do iOS irrita Mark Zuckerberg

Redação 28/04/2021 21h52, atualizada em 28/04/2021 22h00

O iOS 14.5 ficou disponível para os usuários de dispositivos da Apple nesta segunda-feira, e entre novidades nos emojis e controle dos aparelhos, chamou a atenção pelo destaque para a privacidade.

Agora, uma notificação aparece na tela do celular solicitando o consentimento do usuário em sites e apps que rastreiam dados e atividades. A notificação avisa que o software “gostaria de ter permissão para rastreamento em aplicativos e sites de propriedade de outras empresas. O usuário pode então negar o compartilhamento de dados.
A Apple afirma que a atualização visa dar controle às pessoas quanto à coleta de dados e privacidade.

publicidade

E isso desagradou muito o Facebook. Afinal, a rede social de Mark Zuckerberg é diretamente afetada, já que a coleta de dados serve para disparar anúncios personalizados, o que corresponde a 97% da renda obtida pela empresa.

Zuckerberg chegou a dizer que o recurso tornaria a internet “mais cara”, pois vários apps dependem da publicidade para permanecerem gratuitos.
Mas mais recentemente se disse confiante de ser capaz de administrar bem essa situação.

A verdade é que esse recurso coloca na mão do usuário um controle adicional na divulgação de dados pessoais. Esses “vazamentos concedidos” representam um perigo cada vez maior diante do aumento dos crimes cibernéticos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!