EnglishPortugueseSpanish

Uma pesquisa da Fiocruz e da Universidade Texas A&M identificou anticorpos contra Covid-19 em um cão e um gato de rua no Rio de Janeiro. O resultado indica que os animais ficaram expostos ao vírus e desenvolveram imunidade.

Para isso, os cientistas analisaram amostras de 96 animais em duas clínicas veterinárias diferentes entre junho e agosto do ano passado. Dentre o grupo estava bichos domésticos e alguns de rua, foi nessa parcela que o cachorro e o gato imunes contra Covid-19 foram identificados.

publicidade

Leia também: 

“Os resultados atuais estão de acordo com as pesquisas anteriores que sugerem a transmissão humano-animal do Sars-CoV-2. Por essa razão, a investigação em populações animais, através de uma abordagem de Saúde Única, é necessária e deve ser encorajada”, dizem os cientistas no artigo, ressaltando que não existem evidências de transmissão da Covid-19 para os seres humanos a partir de cães e gatos. “Reforçamos que qualquer tentativa de abandonar ou maltratar os animais é condenável e não se justifica”, diz um trecho da pesquisa.

Anticorpos neutralizantes específicos para Covid-19 foram detectados no soro do gato e do cachorro de rua usando um teste de neutralização por redução de placa, também conhecido como PRNT90. De acordo com a Fiocruz, o modelo é uma “metodologia de ensaio sorológico altamente específica. Exames de PCR, que detectam o genoma do Sars-CoV-2, apontando a infecção em curso, também foram realizados. Neste caso, os testes foram realizados em amostras de swab orofaríngeo e anal. Porém, nenhum animal apresentou resultado positivo”, diz o laboratório.

Via Agência Fiocruz