A empresa chinesa de comércio eletrônico, Alibaba Group Holding Limited, informou que seus executivos do alto escalão não receberão aumentos salariais em 2021. As restrições impostas pelo governo da China são apontadas como um dos principais motivos para o congelamento salarial.

Segundo fontes ligadas à empresa, o aumento de salário para estes funcionários só acontecerá caso um desempenho extraordinário seja notado.

publicidade

De acordo com informações da Reuters, o movimento salarial é um ponto focal da repressão contra as grandes empresas chinesas que geram preocupação pelo domínio de mercado e poder de influência da opinião pública.

Aumentos salariais de executivos da Alibaba Group são vetados em 2021.
Imagem: Shutterstock

Entretanto, enquanto os executivos do alto escalão não sofrerão alterações salariais em 2021, o Alibaba decidiu por incentivar os funcionários mais novos da empresa fornecendo aumentos salariais consideráveis. Uma fonte ligada à gigante do comércio eletrônico afirmou que os executivos da empresa recebiam em média um aumento salarial de 5% a 10% ao ano, além dos incentivos pagos em ações da empresa.

Leia também!

“O talento é o ativo mais importante do Grupo Alibaba. Temos um sistema de remuneração robusto e competitivo que reflete nossas prioridades em cultivar nossa próxima geração de talentos”, afirmou a empresa à publicação.

A Alibaba Group Holdin foi multada em 18 bilhões de yuans (cerca de R$ 15 bilhões na conversão atual) no início deste mês, após uma investigação contra o monopólio apontar que a empresa se aproveitou de seu poder e posição no mercado. A empresa virou foco das investigações do governo da China depois que o fundador, Jack Ma, fez duras críticas ao sistema regulatório chinês em outubro de 2020.

Entretanto, em comunicado oficial, a empresa preferiu não comentar as críticas e nem o congelamento de salários.

Via: Reuters

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!