EnglishPortugueseSpanish

Existem muitas formas de assistir a saga ‘Star Wars’ – na ordem de lançamento, na ordem cronológica dos acontecimentos, de modo a favorecer a trama – e já mostramos as mais populares aqui. Mas o universo criado por George Lucas é ainda maior do que o mostrado nos filmes, e abrange quase 80 anos de história. Então entender quando cada coisa aconteceu, seja filme ou série, pode ficar um pouco complicado.

Mas nesse ‘Star Wars Day’ (4 de maio, o famoso “may the fourth”) vamos te ajudar. Do ‘Episódio I – A Ameaça Fantasma’ até o ‘Episódio IX – A Ascenção Skywalker’, com todos os filmes e séries no meio, muita coisa acontece, governos caem, ditaduras se erguem e rebeldes se unem – com três gerações da família mais famosa da galáxia sempre envolvida. E a Disney, que adquiriu os direitos da saga em 2012, vem expandindo cada vez mais esse universo.

publicidade

Leia também:

Mas antes de explicarmos a cronologia de ‘Star Wars’, é preciso entender como a contagem do tempo funciona no universo da Lucasfilm. Tradicionalmente, os anos são contados a partir da Batalha de Yavin, o evento decisivo do ‘Episódio IV – Uma Nova Esperança’, que resulta na destruição da primeira Estrela da Morte. A partir desse ponto, as datas são contadas como BBY (“before the Battle of Yavin”) e ABY (“after the Battle of Yavin”). É como o nosso “antes de Cristo” (a.C.) e “depois de Cristo” (d.C.). Anos anteriores à batalha contam regressivamente, enquanto as datas seguintes avançam progressivamente.

Aqui reuniremos somente o material que é considerado cânone (ou seja, reconhecido oficialmente pela Lucasfilm como parte da história de Star Wars) e que foi (ou será) lançado em formato de animação, série ou filme. Livros, jogos e HQs, mesmo canônicas, ficaram de fora – ou essa lista seria enorme. Material que foi lançado antes da aquisição da Disney foi quase todo desconsiderado, e ganhou a tag “Legends”, saindo da cronologia oficial.

Além disso, quase tudo está (ou estará) disponível no Disney+. Então, se quiser conhecer profundamente a história de ‘Star Wars’, prepare-se.

‘The Acolyte’ – cerca de 200 BBY

Logo de ‘The Acolyte’, nova produção de ‘Star Wars’. Imagem: Disney+/Divulgação
Logo de ‘The Acolyte’, nova produção de ‘Star Wars’. Imagem: Disney+/Divulgação

A Lucasfilm sempre foi muito cuidadosa com as histórias que se passam em épocas próximas aos acontecimentos dos filmes. Por isso, muitos autores tinha mais liberdade se criassem aventuras que tivessem acontecido séculos depois, ou antes, de ‘Star Wars’.

Diversos livros, jogos e quadrinhos se passam nesse período, mas ‘The Acolyte’ será a primeira produção para TV que explora a Alta República. A série promete ser uma produção de thriller-mistério, que mostrará os sombrios segredos do crescimento do poder do lado sombrio da Força.

A produção, que estreia no Disney+ em 2022, terá como showrunner Leslye Headland, responsável pelo sucesso ‘Boneca Russa’, da Netflix.

 ‘Episódio I: A Ameaça Fantasma’ – 32 BBY

Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma. Imagem: Lucasfilm/Divulgação
Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Considerado por muitos fãs a instância mais fraca da franquia (até a chegada de ‘A Ascenção Skywalker’ e ‘Han Solo: Uma História Star Wars’), ‘A Ameaça Fantasma’ era um projeto antigo de George Lucas, que só pode realizá-lo em 1999. A ideia era iniciar uma nova trilogia, mostrando o passado de Anakin Skywalker/Darth Vader e o nascimento do império.

O futuro lorde sith aqui é apenas um garoto (Jake Lloyd) escravo no planeta Tatooine, que é resgatado por dois jedi, Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) e Qui-Gon Jinn (Liam Neeson), enquanto em missão diplomática no planeta Naboo. Interferindo no conflito com a Federação de Comércio, os jedi tomam partido da rainha Padmé Amidala (Natalie Portman) na disputa, que acaba causando uma divisão no Senado Galáctico. É a oportunidade perfeita para o senador Palpatine (Ian McDiarmid) ascender e tornar-se chanceler.

‘Episódio II: O Ataque dos Clones’ – 22 BBY

‘Star Wars: Episódio II: O Ataque dos Clones’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

 Anakin (Hayden Christensen) agora é um jovem padawan (um treinee de jedi), sob a tutela de Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor). A dupla é escalada para fazer a segurança da agora senadora Padmé Amidala (Natalie Portman) após um atentado. Anakin deve se esforçar para manter seus sentimentos pela moça enterrados, como um bom jedi, enquanto  Obi-Wan investiga o que parece ser uma conspiração muito maior do que se acreditava inicialmente.

Tudo dá errado: Anakin e Padmé se apaixonam e agora uma guerra civil explode na galáxia. A Confederação de Sistemas Independentes (ou Separatistas), liderada pelo ex-jedi Conde Dooku (Christopher Lee) quer independência da República, e arregimenta um exército de droides para o combate. Os jedi lideram as tropas republicanas, compostas de clones encomendados num acordo muito estranho…

‘A Guerra dos Clones’ – 22 BBY a 19 BBY

‘A Guerra dos Clones’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Guerra! O conflito entre República e Separatistas é abordado de todos os ângulos ao longo das sete temporadas dessa série que é adorada pelos fãs. ‘A Guerra dos Clones’ fez por esse período da história de ‘Star Wars’ o que a trilogia prequel não conseguiu: criou uma legião de fãs de Anakin Skywalker (em sua versão jedi), além de apresentar personagens queridos até hoje, como a padawan Ahsoka Tano, os soldados clones Rex e Cody, todo batalhão da 501st, a assassina Asajj Ventress e muitos, muitos outros.

‘Episódio III: A Vingança dos Sith’ – 19 BBY

‘Star Wars: Episódio III: A Vingança dos Sith’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

No último ano da Guerra dos Clones, muito está em jogo e o chanceler Palpatine (Ian McDiarmid) manobra no Senado para conseguir ainda mais poder. Ao mesmo tempo, a relação entre Anakin (Hayden Christensen) e Padmé Amidala (Natalie Portman), na mesma medida em que sua amizade com Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) se abala. Cada vez mais influenciado por Palpatine, Skywalker não confia no Conselho Jedi e se afasta dos seus ensinamentos.

Numa manobra política, Palpatine funda o Império Galáctico e torna-se um ditador absoluto – eliminando todos os jedi por meio do exército de clones programados. Anakin, agora um discípulo do mestre sith, entra em confronto com Obi-Wan e leva a pior. O que sobra do ex-jedi é recolhido pelo imperador, que o transforma no Darth Vader que conhecemos. Grávida, Padmé dá à luz aos gêmeos Luke e Leia, que são separados logo após o nascimento. Leia vai para Alderaan, enquanto Luke é levado para Tatooine por Obi-Wan.

‘The Bad Batch’ – 18 BBY

‘The Bad Batch’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação
‘The Bad Batch’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

A mais nova animação de ‘Star Wars’, que estreou nesta terça-feira (4) no Disney+ se passa logo após o fim do ‘Episódio III’, nos primeiros anos do Império. A série segue os clones de elite e experimentais “Os Malfeitos” (introduzidos pela primeira vez em ‘A Guerra dos Clones’), um esquadrão único de clones que variam geneticamente de seus irmãos – cada um com uma habilidade excepcional e singular que os torna soldados extraordinariamente eficazes e uma tripulação formidável.

‘Han Solo: Uma História Star Wars’ – 13 BBY a 10 BBY

‘Han Solo: Uma História Star Wars’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Ainda um delinquente juvenil, Han Solo (Alden Ehrenreich) foge de Corellia, separando-se de sua amiga de infância Qi’ra (Emilia Clarke), e se alista no exército imperial. Incapaz de obedecer a ordens, o futuro contrabandista é adotado pelo bando de Tobias Beckett (Woody Harrelson). E ainda ganha no wookie Chewbacca um amigo para toda vida.

‘Obi-Wan Kenobi’ – 9 BBY

Logo de ‘Obi-Wan Kenobi’, nova produção de ‘Star Wars’. Imagem: Disney+/Divulgação
Logo de ‘Obi-Wan Kenobi’, nova produção de ‘Star Wars’. Imagem: Disney+/Divulgação

Exilado em Tatooine, Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) guarda à distância o jovem Luke, enquanto enfrenta as consequências da sua maior derrota: a queda e corrupção de seu melhor amigo e aprendiz, Anakin Skywalker, que se tornou Darth Vader.

A série, que estreia em 2022 na Disney+, trará ainda de volta Hayden Christensen como Darth Vader, e a direção ficará por conta de Deborah Chow, que dirigiu episódios ​​da primeira temporada de ‘The Mandalorian’.

‘Andor’ – 5 BBY

Novos filmes e séries de Star Wars
Logo de ‘Andor’, nova produção de ‘Star Wars’. Imagem: Disney+/Divulgação

Situada antes dos eventos de ‘Rogue One’, ‘Andor’ trará novamente Diego Luna no papel de Cassian Andor, mostrando sua vida antes da rebelião. A série terá 12 episódios e está sendo gravada em Londres. No elenco, há nomes como Stellan Skarsgard, Adria Arjona, Fiona Shaw, Denise Gough, Kyle Soller e Genevieve O’Reilly.

‘Rebels’ – 5 BBY a 1 BBY

‘Star Wars: Rebels’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Na esteira do sucesso de ‘A Guerra dos Clones’, a Lucasfilm produziu ‘Rebels’, uma animação que mostra as origens da Aliança Rebelde a partir do ponto de vista de um jedi renegado, um jovem sensitivo à Força e a tripulação da nave Ghost.

Assim como na animação predecessora, vários personagens marcantes nos são apresentados, como Hera Syndulla, Kanan Jarrus, Ezra Bridger, Sabine Wren, Zeb Orrelios e Chopper, além da volta de caras conhecidas como Leia, Obi-Wan, Darth Vader, Lando Calrissian, Saw Gerrera, Darth Maul, Ahsoka Tano e Mon Mothma.

‘Rogue One: Uma História Star Wars’ – 0 BBY

‘Rogue One: Uma História Star Wars’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação
‘Rogue One: Uma História Star Wars’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Nos letreiros iniciais do ‘Episódio IV’, nos é dito que os planos da Estrela da Morte foram roubados por um grupo de rebeldes. Mas como isso aconteceu? A partir dessa premissa simples,  Gareth Edwards dirigiu um dos melhores filmes da saga, que conseguiu até corrigir alguns erros e injustiças do primeiro filme da franquia.

Jyn Erso (Felicity Jones) e a filha de Galen Erso (Mads Mikkelsen) o responsável pelo projeto da arma da Estrela da Morte – que o fez sob coação do diretor Imperial Orson Krennic (Ben Mendelsohn). A jovem é então recrutada por Cassian Andor (Diego Luna) para juntar-se à recém-nascida Aliança Rebelde, como uma forma de encontrar os planos da arma do Império. O fim de ‘Rogue One’ emenda-se perfeitamente com a primeira cena do filme seguinte…

‘Episódio IV – Uma Nova Esperança’ – 0 BBY

‘Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

De posse dos planos da Estrela da Morte, a princesa Leia (Carrie Fisher) é abordada pelo destroier imperial de Darth Vader. Para garantir a sobrevivência da Aliança Rebelde, ela coloca dos dados dentro do droide R2-D2 e o envia para Tatooine com o seu companheiro C3PO. Numa coincidência que só a Força explica, os robôs vão parar nas mãos de Luke Skywalker (Mark Hamill), mudando para sempre o destino da galáxia.

Empenhado em resgatar a princesa e levar os planos para os rebeldes, Luke se junta ao velho jedi Obi-Wan Kenobi (Alec Guinness) e aos contrabandistas Han Solo (Harrison Ford) e Chewbacca, numa aventura que resulta na destruição da famigerada arma imperial.

‘Episódio V – O Império Contra-Ataca’ – 3 ABY

‘Star Wars: Episódio V – O Império Contra’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Encurralados no planeta gelado Hoth, os rebeldes empreendem uma fuga desesperada liderada pela princesa Leia (Carrie Fisher). Além de obliterar os rebeldes, Darth Vader está empenhado em encontrar seu filho, Luke Skywalker (Mark Hamill) e trazê-lo para o lado sombrio da Força. Para isso, ele persegue Leia e Han Solo (Harrison Ford) até o planeta gasoso de Bespin, comandado por Lando Calrissian (Billy Dee Williams).

Enquanto isso, Luke segue com seu treinamento jedi, viajando até Dagobah para encontrar Yoda, mestre do seu mentor Obi-Wan Kenobi (Alec Guinness). Pressentindo o perigo que ronda seus amigos, Luke abandona o treinamento antes do tempo, e acaba sendo derrotado por Vader (que ainda congela Han em carbonita e o entrega para o gângster Jabba, o Hut).

‘Episódio VI – O Retorno de Jedi’ – 4 ABY

‘Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Muito mais experiente, Luke Skywalker (Mark Hamill) parte para Tatooine para resgatar seu amigo Han Solo (Harrison Ford) das garras de Jabba. Para isso, ele conta com a ajuda da princesa Leia (Carrie Fisher), Lando Calrissian (Billy Dee Williams), Chewbacca, R2-D2 e C3PO.

Porém, para concluir seu treinamento e se tornar um jedi, Luke precisa enfrentar seu pai, Darth Vader. Ao mesmo tempo, o império construiu na órbita da lua de Endor uma nova Estrela da Morte, supervisionada pelo imperador Palpatine (Ian McDiarmid) em pessoa. A Aliança Rebelde vê nisso uma oportunidade de derrubar o governo tirânico de vez e parte com tudo para  a batalha. Luke confronta Vader, que ao ver o filho sendo atacado por Palpatine finalmente volta para o lado da luz e derrota o mestre sith, cumprindo a profecia de que Anakin traria “equilíbrio para a Força”.

‘O Mandaloriano’ – 10 ABY

O Mandaloriano'. Imagem: Disney+/Divulgação
‘O Mandaloriano’. Imagem: Disney+/Divulgação

Primeira série de ‘Star Wars’ para o streaming Disney+, a produção segue o mandaloriano Djarin (Pedro Pascal) que embarca em uma jornada solitária pelas galáxias. Em uma de suas missões, Din encontra Grogu (o famoso “bebê Yoda”), um ser misterioso que precisa de ajuda.

Mas, ao invés de devolvê-lo ao seu “guardião”, Din resolve fugir com o bebê e começa a ser perseguido pelo que restou do império após a morte de Palpatine. A série traz de volta ainda personagens relevantes da saga, como Ahsoka Tano (Rosario Dawson), Bo-Katan (Katee Sackhoff) e Boba Fett (Temuera Morrison).

‘O Livro de Boba Fett’ – 10 ABY

Novos filmes e séries de Star Wars
Logo de ‘The Book of Boba Fett’, nova produção de ‘Star Wars’. Imagem: Disney+/Divulgação

Um spin-off de ‘Mandaloriano’, a série apresenta o caçador de recompensas Boba Fett (Temuera Morrison) em suas aventuras pela galáxia. Não há muitos detalhes sobre a produção, a não ser o fato de que chegará ao Disney+ em dezembro de 2021.

‘A Resistência’ – 34 ABY

‘Star Wars: A Resistência’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Nessa animação, saímos do universo da trilogia clássica e entramos no terreno da nova trilogia. Remanescentes do império fundam a Primeira Ordem, uma organização neofacista que quer restaurar a tirania da época de Palpatine. Por outro lado, a Resistência luta para defender uma Nova República ainda em formação. A animação acompanha o piloto Kazuda Xiono em sua entrada na Resistência.

‘Episódio VII – O Despertar da Força’ – 34 ABY

Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força'. Imagem: Lucasfilm/Divulgação
‘Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Liderada pela General Leia (Carrie Fisher) a Resistência luta contra a Primeira Ordem do Líder Supremo Snoke (Andy Serkis). No comando das forças do mal está Ben Solo, filho de Leia e Han Solo (Harrison Ford), que abandonou a família após um treinamento jedi no mínimo conflituoso com Luke Skywalker (Mark Hamill), adotando o nome de Kylo Ren (Adam Driver).

Além disso, Luke está desaparecido desde seu conflito com Ben, e só as informações coletadas pelo piloto Poe Dameron (Oscar Isaac) podem ajudar a encontrá-lo. Mas Poe foi capturado por Kylo, e é o stormtrooper Finn (John Boyega), que resgata o membro da Resistência.

Na fuga, Fin cai no planeta Jakku e encontra a jovem Rey (Daisy Ridley), uma órfã com um passado misterioso e uma incomum ligação com a Força. A dupla (e o robô BB-8) logo se une a Han, Chewie para levar a localização de Luke até Leia e salvar a Resistência.

‘Episódio VIII – Os Últimos Jedi’ – 34 ABY

‘Star Wars: Episódio VIII – Os Últimos Jedi’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Rey (Daisy Ridley) treina com um relutante Luke Skywalker (Mark Hamill), enquanto a General Leia (Carrie Fisher) tenta proteger o que sobrou da Resistência da perseguição de Kylo Ren (Adam Driver) e sua Primeira Ordem. Num último ato de heroísmo, Luke se torna “um com a Força” para permitir que os rebeldes fujam – e de quebra dar uma lição de moral no sobrinho. Rey agora é tudo que resta da Ordem Jedi e à Poe Dameron (Oscar Isaac) sobra comandar uma meia dúzia de membros da Resistência que sobreviveram.

‘Episódio IX – A Ascenção Skywalker’ – 35 ABY

Star Wars: Episódio IX – A Ascenção Skywalker’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação
‘Star Wars: Episódio IX – A Ascenção Skywalker’. Imagem: Lucasfilm/Divulgação

Em um “plot twist” que só pode ser explicado pelas desavenças entre J. J. Abrams (diretor deste longa e de ‘O Despertar da Força’) e Rian Johnson (diretor de ‘Os Últimos Jedi’), Palpatine (Ian McDiarmid) retorna dos mortos e ameaça toda galáxia com sua Ordem Final. A Resistência está em frangalhos e Poe Dameron (Oscar Isaac) tenta juntar os últimos dispostos a combatê-lo.

Kylo Ren (Adam Driver) conduz uma caça à última jedi, Rey (Daisy Ridley), numa tentativa de fazer dela uma aliada após os eventos do último filme. A Ordem Final ainda construiu (sabe-se lá como) uma imensa frota de naves, todas equipadas com canhões tão poderosos quanto a Estrela da Morte.

Poe, Finn (John Boyega), Chewbacca, Lando Calrissian (Billy Dee Williams) e o resto da Resistência contam com a boa vontade dos habitantes da galáxia que não estão dispostos a viver sob uma nova ditadura do terror para ressuscitar a Resistência. Enquanto isso, Rey tenta resgatar Ben Solo de dentro de Kylo Ren para poder derrotar o imperador.


Experimente o Disney+. Clique aqui e Assine agora!