Saiba quais são os erros mais comuns que vacinados contra Covid-19 cometem

Após tantos meses aguardando pelo momento em que finalmente está imunizado contra a Covid-19, é muito comum que o indivíduo cometa erros de conduta pós-vacina. Se você já recebeu pelo menos uma das doses, fique atento para não acabar, mesmo sem querer, colaborando com a proliferação do vírus.

Deixar de usar máscara é a primeira coisa que todos desejam fazer, mas ainda não é o momento para isso, mesmo que você já tenha tomado as duas doses da vacina. É importante lembrar que, mesmo após a imunização, uma pessoa pode continuar transmitindo o vírus. Por isso, o uso de máscaras deve ser mantido, para evitar a transmissibilidade em uma população que ainda não chegou ao índice ideal de imunização, que é em torno de 70%.

O hábito de higienizar as mãos com frequência é outro dos cuidados que devem ser mantidos. Estudo feito por um hospital de Chicago descobriu que o nível de lavagem das mãos caiu para os níveis pré-pandêmicos. Ou seja, as pessoas voltarão a lavar as mãos na mesma frequência que faziam antes do surto. Em pesquisa realizada no início da pandemia, 78% dos entrevistados afirmaram que lavavam as mãos seis ou mais vezes ao dia. Já em janeiro deste ano, o índice caiu para 57%.

Manter o hábito de lavar as mãos com frequência é fundamental, mesmo após tomar as duas doses da vacina. / Imagem: Maridav – Shutterstock

Outro erro muito preocupante é que, estando vacinadas, as pessoas param de prestar atenção aos sintomas, ignorando o fato de que ainda podem se contaminar, mesmo que de forma não tão grave. E, com esse pensamento, cometem mais um erro: deixam de se isolar socialmente e de procurar atendimento médico ao apresentarem sinais da doença. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês), qualquer indivíduo vacinado que apresente sintomas deve ser isolado e avaliado clinicamente, principalmente se foi exposto ao contato com alguém com Covid-19 ou com suspeita de estar infectado.

É importante tomar as duas doses da vacina

Deixar de tomar a segunda dose da vacina, por incrível que pareça, é um comportamento bastante frequente. De acordo informações fornecidas pelo Ministério da Saúde no início do mês passado, em torno de 1,5 milhão de pessoas deixaram de tomar a segunda dose.

Leia mais!

Embora os fabricantes afirmem que os anticorpos adquiridos na primeira dose não são perdidos em caso de não se tomar a segunda, todos os estudos de eficácia se baseiam em duas etapas de imunização. Assim, quando só uma delas é cumprida, a pessoa pode ficar vulnerável durante o período, o que pode levar ao aumento do número de casos de Covid-19. 

Fonte: CNN

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Esta post foi modificado pela última vez em 4 de maio de 2021 15:42

Compartilhar
Deixe seu comentário