Conforme anunciado em janeiro, o WhatsApp adiou o prazo para que o público aceite sua nova política de privacidade, que havia gerado críticas por, aparentemente, facilitar o compartilhamento de dados entre o aplicativo e o seu dono, o Facebook. A data para as novas diretrizes entrarem em vigor é no sábado da próxima semana (15).

Todavia, ao que parece, Mark Zuckerberg não aguentou a pressão dos usuários, especialmente na Índia, onde muitos deles migraram para outros aplicativos semelhantes e onde o governo local travou uma batalha contra a decisão do mensageiro. Prova disso é que, mesmo com a atualização, nenhuma conta será excluída entre aqueles que não aceitarem as novas políticas.

publicidade
Atualização das políticas de privacidade não levará ao bloqueio de contas daqueles que não aceitarem as novas diretrizes. / Imagem: 3dartistav – Shutterstock

Em comunicado, o WhatsApp confirmou que ninguém sairá prejudicado. “Nenhuma conta será excluída em 15 de maio por causa dessa atualização. Faremos o acompanhamento com lembretes às pessoas nas próximas semanas”. A empresa ressalta, entretanto, que os usuários não poderão usar alguns recursos do aplicativo até aceitar essa atualização. Essas pessoas não conseguirão acessar sua lista de bate-papo, por exemplo, mas ainda serão capazes de atender chamadas e videochamadas.

Para responder mensagens ou retornar uma chamada perdida, os usuários poderão tocar nas notificações. Caso persistam na resistência em aceitar os novos termos, mesmo depois de “algumas semanas de funcionalidade limitada”, o WhatsApp informou que vai interromper o envio de chamadas e mensagens.

Leia mais:

Diretrizes não atingirão a privacidade dos usuários, diz o Whatsapp

Em sua publicação, a empresa garante que “a atualização dos Termos de Serviço e da Política de Privacidade não afeta, de forma alguma, suas mensagens pessoais”, e informa que as mudanças nessa atualização são relacionadas aos recursos comerciais e opcionais do WhatsApp.

Ainda de acordo com a companhia, as atualizações relacionadas aos recursos comerciais e opcionais são parte das iniciativas para garantir que a comunicação com empresas “seja cada vez melhor, mais segura e mais simples para todos”.

Fonte: Faq – Whatsapp

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!