Um grupo de arqueólogos de diferentes universidades e museus dos Estados Unidos descobriu uma nova espécie de dinossauro de chifres que viveu há 82 milhões de anos.

Esta espécie é uma das mais antigas entre os ceratopsídeos, que é como são chamados os dinossauros com chifres, “colares” e faces em bico, como o famoso Triceratope, a ser catalogada. 

publicidade

A descoberta foi publicada na revista de paleontologia alemã Paläontologische Zeitschrift (PalZ) e a nova espécie foi batizada como Menefeeceratops sealeyi. De acordo com o Phys.org, ela adiciona informações importantes para a compreensão sobre a evolução dos ceratopsídeos. 

Leia mais: 

Os Menefeeceratops são os membros mais antigos já catalogados da subfamília centrosaurina. Por conta disso, seus restos oferecem uma imagem mais clara sobre o caminho evolutivo de seu grupo até a sua extinção, no período Cretáceo. 

Descoberta importante

“Houve um aumento notável em nosso conhecimento da diversidade de ceratopsídeos nas últimas duas décadas”, declarou Peter Dodson, especialista em dinossauros com chifres da Universidade da Pennsylvania. “Muito disso resultou de descobertas mais ao norte, de Utah a Alberta (cidades ao norte dos Estados Unidos)”, complementa. 

“É particularmente empolgante que essa descoberta seja significativamente mais antiga do que qualquer descoberta anterior de ceratopsídeo”, prossegue Dodson. “Ela ressalta a importância da fauna de dinossauros Menefee para a compreensão da evolução dos dinossauros do Cretáceo Superior em todo o oeste da América do Norte”, conclui. 

Parente famoso

Os Menefeeceratops sealeyi são ancestrais do famoso Triceratope Crédito: Wikimedia Commons

A descoberta original do Menefeeceratops foi realizada originalmente há 25 anos, em 1996, por Paul Sealey, um pesquisador associado do Museu de História Natural e Ciência do Novo México, em uma área de formação rochosa conhecida como Menefee, daí o nome dado à espécie. Inicialmente, ele foi catalogado como uma espécie já conhecida de ceratopsídeo. 

Posteriormente, com base em novas investigações, os pesquisadores determinaram que esses fósseis pertenciam a uma nova espécie. O Menefeeceratops sealeyi é um ancestral do conhecido Triceratops, com diferença no tamanho. Enquanto a nova espécie media no máximo 4,5 metros de altura, o parente famoso podia chegar a mais de 9 metros. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!