Chegou um novidade para quem gosta de criar ou consumir conteúdo em toda hora e qualquer lugar. O YouTube segue se atualizando ao longo dos anos e a plataforma sempre esteve aberta para atualizações quando se trata de recursos e formatos, como foi o caso de experimentos com o YouTube Stories e também as novas opções de compartilhamento.

Agora, o formato mais recente que o Google está aplicando para a plataforma de vídeo é inspirado no modelo do TikTok e se chama de YouTube Shorts. Após alguns períodos testando as possibilidades, a empresa anunciou que o recurso estará disponível para todos os criadores de conteúdo dos Estados Unidos esta semana e pessoas de todo o mundo podem ver o novo layout do YouTube.

publicidade

Assim como os vídeos do TikTok, os Shorts do YouTube são vídeos horizontais com duração de até 60 segundos que se repetem. A novidade aparece na tela inicial em um carrossel. Ademais, receberão suas próprias posições na barra inferior, rebaixando a guia “Explorar” a um pequeno botão na parte superior da página inicial.

Ainda em fase de teste, o YouTube Shorts possuía um limite máximo de apenas 15 segundos e agora, o novo limite de 60 segundos faz com que o formato seja um competidor direto do TikTok. Inclusive, as pessoas poderão ativar legendas automáticas nos vídeos curtos, além de efeitos e filtros.

YouTube

Fonte: Android Police

Leia também!

Rival do TikTok, YouTube vai pagar mais de R$ 500 milhões para postarem no Shorts

ocado em alavancar a novidade da plataforma, o YouTube irá pagar cerca de US$ 100 milhões (mais de R$ 500 milhões) para as pessoas e criadores de conteúdo – que já fazem vídeos para o TikTok – aderirem ao seu novo recurso, o Shorts. A ideia é começar a testar anúncios nesses clipes curtos e verticais em loop, tornando assim algo mais competitivo em relação ao rival chinês.

A verba será lançada dentre os próximos meses e será pago ainda este ano, de acordo com o comunicado que o YouTube fez em seu blog, nesta terça-feira (11). A plataforma disse que o Shorts está se tornando mais amplo em seu serviço, promovendo assim a capacidade de remixar áudio de vídeos em breve.

Para saber mais, acesse a reportagem no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!