O rover Perseverance começou a usar o braço mecânico ativamente na superfície de Marte. Nesta quinta-feira (13), a conta oficial do robô no Twitter publicou um GIF que mostra detalhes do solo do planeta vermelho.

“Testando minhas ferramentas enquanto à medida que passo para mais ciência. Usei meu braço robótico para chegar bem perto desta rocha depois de acertá-la com meu laser”, diz o textinho publicado junto com a imagem. De acordo com a Nasa, o teste foi feito na segunda-feira (10). Veja:

publicidade

Leia mais:

Uma câmera, chamada Watson (Wide Angle Topographic Sensor for Operations and eNgineering, ou Sensor topográfico de grande angular para operações e engenharia, em português), na ponta do braço robótico de Perseverance fez as imagens detalhadas das pedras. Ela fica no instrumento chamado Sherloc (Scanning for Habitable Environments with Raman & Luminescence for Organics & Chemicals, ou Varredura de ambientes habitáveis ​​com Raman e luminescência para orgânicos e químicos).

Outras duas câmeras, que compõe a Mastcam-Z do rover, também pesquisaram o terreno. Já o laser, chamado SuperCam, foi usado para quebrar as rochas marcianas e detectar a composição delas.

Este primeiro momento foi um teste do foco e alcance dos equipamentos. Na mão de Perseverance há também uma broca capaz de extrair núcleos de rochas inteiros, sem pulverizá-los. Os cientistas querem descobrir se essas pedras são sedimentares, quando são formadas através da deposição e consolidação de fragmentos de materiais minerais ou orgânicos, ou se são ígneas, resultantes da solidificação do magma.

Cada tipo de rocha conta uma história diferente. As sedimentares, que também precisam de água para a formação, preservam bioassinaturas ou sinais de vida. Já as ígneas funcionam como relógios geológicos mais precisos, permitindo aos cientistas criar uma linha do tempo precisa de como a área se formou.

A complicação, no caso da área estudada pelo rover Perseverance, é a erosão pelo vento, que cobriu a região com areia e poeira mais jovens. “Quanto mais rochas olhar, mais vai saber”, disse Ken Farley, cientista do projeto Perseverance

Ingenuity

A Nasa também liberou esta semana um vídeo em 3D do terceiro voo do helicóptero Ingenuity, que foi para Marte junto com Perseverance. O vídeo foi gravado com as câmeras do rover. Para ver, é preciso um óculos 3D com uma lente azul e outra vermelha. Confira:

Via: Tilt / Nasa

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!