A SpaceX já tem um plano para o primeiro teste de voo orbital da Starship, sua nave espacial que, se tudo der certo, será o veículo de escolha para levar pessoas à Lua em caráter comercial. Os detalhes do planejamento foram enviados à Comissão Federal de Comunicações (FCC) dos Estados Unidos.

No documento, a SpaceX explica que a Starship será lançada da base da empresa no sul do Texas, em Boca Chica, acoplada a um foguete de pouco mais de 70 metros de tamanho chamado Falcon Super Heavy.

publicidade

Ele dará o “empurrão” inicial, se separando da nave após 170 segundos (dois minutos e 50 segundos) de lançamento e aterrissando no Golfo do México, a pouco mais de 30 quilômetros da costa.

Leia mais

A SpaceX deve lançar voo orbital de teste da Starship, nave exibida na foto, até o ano que vem
A Starship, da SpaceX, deve realizar seu primeiro teste orbital até março de 2022, com documentos detalhando o plano enviados às autoridades americanas. Imagem: SpaceX/Divulgação

A Starship seguirá subindo por um percurso que a fará passar pelo Estreito da Flórida, até atingir a órbita da Terra e retornar após uma volta completa pelo planeta.

No retorno, o plano é o de que a embarcação faça sua aterrissagem a quase 100 quilômetros de distância da costa de Kauai, a ilha mais antiga do Havaí. Toda a ação deve levar em torno de 90 minutos.

O voo de teste da Starship representa um passo importante na evolução dos negócios da SpaceX: desde que nasceu, a empresa de Elon Musk traz o propósito de oferecer voos comerciais para o espaço. Entretanto, foram anos de pesquisa e desenvolvimento para chegar a um estágio minimamente aceitável para começar as avaliações. Até hoje, a SpaceX lançou cinco protótipos completos da Starship em direção ao espaço, sendo que apenas o mais recente conseguiu fazer um pouso seguro.

Caso o teste dê certo, ele pode deixar a SpaceX mais perto de integrar a Starship aos seus negócios principais e, eventualmente, tripular a nave com pessoas com dinheiro suficiente para pagar por uma passagem.

O teste mencionado no documento enviado à FCC não traz uma data específica, mas o próprio Elon Musk sinalizou que ele pode ocorrer em algum momento entre o final de 2021 e março de 2022.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!