O Pixel 6 e o Pixel 6 Pro, os próximos smartphones topo de linha do Google, podem trazer uma ampla reformulação à linha de celulares da empresa. Ao menos, é o que dão a entender algumas imagens conceituais compartilhadas a partir de um vídeo do youtuber e informante Jon Prosser.

Pelo material, o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro trarão bordas mais finas, um buraco (“punch hole”) centralizado no topo da tela para a câmera frontal, um leitor de impressões digitais sob a tela e, no caso do modelo mais poderoso, uma terceira lente que é ausente em sua versão base, embora seu propósito não tenha sido detalhado. O vídeo pode ser conferido a seguir:

publicidade

Leia mais

Segundo diversos rumores passados, a expectativa é a de que o Google deixe de usar os processadores Snapdragon, da Qualcomm, favorecendo um componente que a própria empresa deve criar em parceria com a Samsung – e cujo codinome é “Whitechapel” (“Capela Branca”, na tradução literal).

Vale citar também que o histórico de Jon Prosser na divulgação de rumores tem seus altos e baixos, então o conselho de sempre deve ser seguido aqui: trate o material divulgado como um rumor e atribua a ele a devida cautela.

Entretanto, outro leaker – Max Weinbach – corroborou as informações vazadas por meio de suas próprias fontes, ressaltando apenas que o esquema de cores deve ser diferente, mas que os outros detalhes estão corretos.

Como de praxe, o Google não comentou as informações divulgadas. A expectativa é a de que a empresa de Mountain View mostre algo em algum de seus próximos eventos – estamos bem próximos do Google I/O, que começa em 18 de maio de 2021, afinal. Se manter-se fiel ao seu calendário, é provável que o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro sejam lançados no segundo semestre.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!