A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou, em seu relatório anual sobre as estatísticas de saúde no mundo, que a pandemia da Covid-19 em 2020 pode ter provocado pelo menos três milhões de mortes diretas ou indiretas, o que representa um número entre duas e três vezes maior que o apontado em números oficiais.

“Isto corresponde a estimativas similares, que previam que o número total de mortes seria ao menos duas a três vezes maior que o balanço oficial de mortos por Covid-19”, afirmou Samira Asma, vice-diretora geral responsável por dados na OMS. Oficialmente, a pandemia foi responsável por 1,8 milhões de mortes em todo o mundo.  

publicidade
Prédio da Organização Mundial da Saúde
OMS afirma que mortes pela pandemia podem ser até três vezes maiores que o número oficial. Imagem: Créditos/Agência Brasil

Para a especialista em dados da OMS, os cálculos apontam que a pandemia pode ter causado até o momento “de seis a oito milhões” de mortes diretas ou indiretas. Samira Asma afirmou que a instituição está trabalhando com diversos países a fim de determinar qual o verdadeiro balanço humano da pandemia para estar “melhor preparada para a próxima urgência”.

A Organização Mundial da Saúde pontuou que diversos fatores podem ser os responsáveis pela subnotificação dos números de mortes causadas pela pandemia. Entre eles estão os países que não possuem um sistema oficial de registro de mortes por Covid-19, carecendo de informações precisas sobre as consequências da doença.

Leia também!

Outros fatores determinantes são a falta de diagnóstico em pacientes que faleceram e até mesmo a morte por outras doenças que não foram tratadas por medo do comparecimento ao ambiente hospitalar durante a pandemia.

O analista do departamento de dados da OMS, William Msemburi, apontou que “o excesso de mortes nos apresenta uma imagem melhor, pois, aponta os efeitos diretos e indiretos”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!