Semanas depois de uma criatura que normalmente vive em profundidades de mais de 914 metros ter sido surpreendentemente encontrada na praia de Crystal Cove, na cidade de Newport Beach, na Califórnia, desta vez uma esbelta enguia narceja (Nemichthys scolopaceus) apareceu no domingo (23) em San Clemente, na costa sul do estado americano.

Um homem chamado Matt Glaze viu gaivotas mexendo em algo no mar e decidiu, juntamente com o amigo James Kessler e seus filhos, entrar na água para investigar. “Já vi algumas coisas estranhas, nunca vi isso antes. Este foi um achado interessante. Esse tipo de coisa acontece, você só tem sorte e encontra essas joias de vez em quando”, afirmou Glaze ao The Beach Reporter.

publicidade
Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz
Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz

Uma multidão ficou observando a criatura que normalmente vive entre 90 a quase 4.000 metros de profundidade. Jim Serpa, guarda florestal aposentado da Praia Estadual de Doheny, colocou o animal de cerca de 75 centímetros de comprimento em um frasco cheio de álcool. Ele prometeu oferecer a esbelta enguia narceja para o departamento de biologia marinha da San Clemente High School. “Está completamente intacto”, comemorou ele.

O peixe chega a atingir 1,5 m de comprimento e a maioria das espécimes encontradas em museus foram cuspidas por peixes maiores capturados em redes de arrasto. A Nemichthys scolopaceus vive cerca de 10 anos e tem um bico parecido com o de um pássaro, com pontas curvas.

Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz
Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz

De acordo com a bióloga marinha Julianne Steers, da Beach Ecology Coalition, os dentes do animal são em forma de gancho dispostos em ângulo para trás: “Quando os camarões são colocados na boca, eles ficam presos nos dentes de gancho ao tentar escapar”.

Segundo a Oceana.org, enguias têm mais ossos na coluna vertebral – até 750 – do que qualquer outra espécie. “É importante continuar a estudar esta espécie e outras semelhantes, a fim de determinar tendências populacionais e aprender mais sobre a história de vida das espécies no fundo do mar”, diz o site.

Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz
Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz

A Nemichthys scolopaceus tem uma característica curiosa: seu ânus avançou durante sua evolução e agora está localizado em sua garganta.

Por que criaturas das profundezas do oceano estão aparecendo em praias nos EUA?

“Acho que é principalmente uma coincidência de como as correntes estão trabalhando em nossa costa. Coisas que normalmente se acomodariam no fundo do mar, são apanhadas pela corrente e empurradas para a costa e as encontramos aqui”, explicou Steers.

Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz
Esbelta enguia narceja. Créditos: Leonard Ortiz

“A enguia narceja vive em oceanos em todo o mundo, nas profundezas onde há temperaturas de água mais frias. A enguia moray é mais comumente vista ao longo da Califórnia”, finalizou.

Leia também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!