A gigante Amazon, do bilionário Jeff Bezos, fechou negócio e concordou em comprar o estúdio cinematográfico de Hollywood MGM. De acordo com o The Wall Street Journal, a negociação foi firmada no valor de quase US$ 8,5 bilhões (aproximadamente R$ 45 bilhões, em conversão direta).

“O valor financeiro real por trás deste acordo é o tesouro de [propriedade intelectual] no profundo catálogo que planejamos reimaginar e desenvolver junto com a talentosa equipe da MGM”, disse Mike Hopkins, vice-presidente sênior do Prime Video e do Amazon Studios, em comunicado anunciando o acordo. “[A compra] é muito empolgante e oferece muitas oportunidades para contar histórias de alta qualidade”.

publicidade
Amazon avalia comprar estúdio de cinema MGM por até US$ 9 bilhões, dizem sites. Imagem: Montagem/Fox Business/Reprodução
Amazon compra estúdio de cinema MGM por até US$ 8,5 bilhões. Imagem: Montagem/Fox Business/Reprodução

Ainda de acordo com o anúncio, a empresa se comprometeu a preservar “a herança” do catálogo adquirido. “A Amazon ajudará a preservar a herança da MGM e seu catálogo de filmes, e fornecerá aos clientes um acesso maior a estas obras. Através da aquisição, empoderaremos a MGM a continuar a fazer o que faz melhor: contar ótimas histórias”, diz.

A aquisição deverá reforçar o intuito da Amazon de otimizar os seus serviços de streaming da Prime Video — que atualmente conta com cerca de 200 milhões de assinantes —, além de acirrar a concorrência em um setor que conta com gigantes como Netflix e Disney+.

Isso porque o estúdio MGM contém cerca de 4 mil filmes em seu catálogo, incluindo as franquias ‘007’, ‘Rocky’ e ‘Creed’, e produções como ‘Nasce uma Estrela’, ‘RoboCop’ e ‘O Silêncio dos Inocentes’. O portfólio ainda contém aproximadamente 17 mil episódios de séries, incluindo ‘Stargate’, ‘Vikings’, ‘Fargo’, ‘The Handmaid’s Tale’ e ‘Teen Wolf ‘. Entre os programas não roteirizados, há ‘The Voice’, ‘Survivor’, ‘Shark Tank’, ‘The Real Housewives of Beverly Hills’ e ‘The Hills’.

Leia mais:

Com a operação confirmada e com os valores estimados, essa é a segunda maior aquisição já feita pela Amazon — a primeira envolve a compra da rede de supermercados americana Whole Foods, em 2017, por US$ 13,7 bilhões.

A aquisição não deve afetar o lançamento dos próximos filmes da MGM nos cinemas, como ‘007 – Sem Tempo para Morrer’. Como noticiado anteriormente pelo Olhar Digital, os orçamentos de distribuição e divulgação dos filmes de 2021 da MGM para as telonas já estão fixados.

Agora, a finalização da fusão entre Amazon e MGM precisa ser aprovada por órgãos regulatórios do mercado, o que pode demorar um pouco.

Fonte: The Washington Post

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!