Adolescentes de 12 a 15 anos poderão ser vacinados contra a Covid-19 na União Europeia. A Agência Europeia do Medicamento (EMA) anunciou, nesta sexta-feira (28) que aprovou o uso da vacina da Pfizer/BioNTech para esse público. Cabe agora aos países membros decidirem se irão oferecer o imunizante para pessoas dessa faixa etária.

Vacina da Pfizer
União Europeia aprova uso da vacina da Pfizer em jovens de 12 a 15 anos. Foto: Tai Dundua/Shutterstock

Após reunião extraordinária do Comitê de Medicamentos para Uso Humano, o chefe da Estratégia de Vacinas e Ameaças Biológicas para a Saúde da EMA, Marco Cavaleri, fez o anúncio numa videoconferência de imprensa transmitida da sede do órgão, em Amsterdã, na Holanda. 

publicidade

Cavaleri afirmou que os testes indicaram que a fórmula da Pfizer é “altamente preventiva” para Covid-19 em crianças. “Do ponto de vista da segurança, a substância foi bem tolerada e os efeitos colaterais nesta faixa etária foram muito semelhantes aos que vimos em adultos jovens e não levantando grandes preocupações neste momento”, disse.

Leia mais:

Pandemia não acaba até que 70% da população seja vacinada

De acordo com a BBC, o diretor da Organização Mundial de Saúde (OMS) na Europa, Hans Kluge, alertou que a pandemia não termina até que pelo menos 70% da população seja vacinada. O gestor disse estar preocupado com as novas variantes, afirmando que a velocidade da vacinação é essencial. “Sabemos, por exemplo, que a B.1617 (variante indiana) é mais transmissível do que a B.117 (variante do Reino Unido), que já era mais transmissível do que a cepa anterior. Nosso melhor amigo é a velocidade: o tempo está trabalhando contra nós. Precisamos acelerar e aumentar o número de vacinas”.

Ainda segundo a publicação, a Alemanha já teria sinalizado interesse em imunizar os adolescentes. Governantes alemães concordaram, nesta quinta-feira (27), que as crianças com mais de 12 anos podem ser vacinadas a partir de 7 de junho.

Nesse grupo, a vacina deve ser administrada exatamente como é oferecida aos adultos: em duas doses, com um intervalo de três semanas entre elas.

A aplicação do imunizante nessa faixa etária já estava autorizada nos Estados Unidos e, na Europa, a fórmula da parceria Pfizer/BioNTech foi aprovada, até então, apenas para a população acima dos 16 anos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!