A Huawei anunciou os seus primeiros dispositivos com HarmonyOS, o sistema operacional desenvolvido pela empresa chinesa para substituir o Android. São três novos tablets da família MatePad: duas versões do MatePad Pro (com tela de 10,8″ ou 12,6″) e o MatePad 11 com tela de 10,95″.

Dois modelos virão com chips Snapdragon no lugar dos processadores Kirin. O MatePad Pro de 10,8″ virá com o Snapdragon 870, enquanto o MatePad 11 será alimentado pelo Snapdragon 865.

publicidade

Já o carro-chefe, o MatePad Pro de 12,6″, virá com o chipset Kirin 9000E, um teclado e a caneta M-Pencil, que segundo a Huawei está mais precisa e com latência de 9 ms. O tablet pode ser comparado com o seu principal rival no segmento, o iPad Pro da Apple.

O modelo deste ano, inclusive, traz alguns recursos similares ao tablet da Maçã. A função ‘FreeNote’, por exemplo, permite que o usuário utilize a M-Pencil para “traduzir” a sua caligrafia automaticamente em texto digitado, um recurso que a Apple introduziu no ano passado. A tela inicial do gadget, como mostra a captura de tela abaixo, também vai incluir um dock com os aplicativos mais usados, outra mudança visual inspirada na empresa de Cupertino.

O MatePad Pro ficou mais poderoso e ganhou um novo sistema operacional. Imagem: Huawei/Divulgação

Tela OLED e autonomia de 14 horas

O MatePad Pro de 12,6″ tem uma tela OLED com resolução de 1.600 x 2.560 pixels e uma bateria de 10.050mAh. A Huawei afirma que o dispositivo pode reproduzir vídeo por 14 horas com uma única carga. Completando as especificações, há três câmeras traseiras no tablet, quatro microfones, oito alto-falantes e compatibilidade com o padrão Wi-Fi 6.

A tecnologia de espelhamento de tela da Huawei também está presente no novo MatePad Pro. Agora, será possível espelhar e interagir com a tela do tablet nos notebooks da Huawei compatíveis com o recurso.

Recurso ‘dual-display’ vai permitir utilizar a tela do MatePad Pro como monitor externo. Imagem: Huawei/Divulgação

Leia mais:

Por fim, a fabricante não detalhou o suporte para redes móveis 4G ou 5G em seus novos tablets. Os preços e as informações sobre o lançamento também não foram revelados, mas a Huawei promete divulgar mais detalhes em breve.

Via: The Verge, YouTube

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!