A varejista Americanas anunciou a ampliação da operação logística da empresa para entregas internacionais, diminuindo consideravelmente o prazo de recebimento de produtos no Brasil. A partir da próxima semana, a companhia irá realizar cinco voos semanais diretos de Hong Kong, na China, para o aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo, o que, na prática, irá reduzir o tempo de entrega de 21 para 11 dias.

Os produtos da China são muito consumidos aqui no Brasil e se tornaram bastante populares especialmente com a chegada de aplicativos que como Aliexpress, Shopee e Wish, que facilitaram e viabilizaram o aumento do consumo de produtos importados asiáticos, não apenas da China, mas também de países da região como Singapura e Indonésia.

publicidade

Com a mudança na estratégia, a Americanas pode potencializar vendas e se posicionar como forte concorrente dessas empresas. “A entrega é parte fundamental da experiência de compra e o prazo para recebimento é fator relevante para a decisão do cliente. Nosso foco está em aprimorar a jornada de compra de produtos internacionais na plataforma e reduzir ainda mais o prazo de entrega, que já caiu pela metade desde o início do ano”, disse Marcelo Nunes, diretor financeiro da plataforma digital da Americanas.

Americanas reduz tempo de entrega de produtos vindos da China de 21 para 11 dias. Imagem: Shutterstock
Americanas reduz tempo de entrega de produtos vindos da China de 21 para 11 dias. Imagem: Shutterstock

Leia mais!

Estratégia de relevância

A ampliação da estratégia da Americanas faz parte do Americanas Mundo, uma frente da empresa voltada para vendas on-line com operação de cross border, que visa otimizar entregas ‘além das fronteiras’. O projeto foi lançado em março de 2019 e já no ano passado apresentou um crescimento de 170% no volume bruto de mercadoria (GMV).

Neste ano, o relatório do primeiro trimestre da empresa também apontou crescimento de mais de 100% em relação ao mesmo trimestre de 2020. Tendo destaque para a venda de produtos nas categorias de áudio, brinquedos e vestíveis (do inglês ‘wearables’, dispositivos tecnológicos como os relógios smartwatches e smartbands).

Também como parte da estratégia de operação, a Americanas irá realizar parcerias logísticas com voos cargueiros internacionais, a fim de aumentar ainda mais a conexão entre Brasil e lojistas chineses.

Além do Americanas Mundo alcançar China e Estados Unidos, ele também compreende países como Canadá, Nova Zelândia, Uruguai, e locais da Europa.

Fonte: Exame

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!