Categoras: Cinema e Streaming

Além de série, ‘O Senhor dos Anéis’ ganhará filme em anime

A série da Amazon Prime Video de ‘O Senhor dos Anéis’ nem foi lançada, mas já temos passagem de volta para a Terra-Média. A New Line e a Warner estão produzindo uma animação baseada na obra de J.R.R. Tolkien, adaptando – assim como a produção em live-action – histórias contadas nos apêndices dos livros.

‘The Lord of the Rings: The War of the Rohirrim’ (ou ‘O Senhor dos Anéis: A Guerra dos Rohirrim’, na tradução direta) terá a roteirista (e ganhadora do Oscar) Philippa Boyens como consultora, mas não há confirmação se o diretor Peter Jackson e a produtora Fran Walsh estão envolvidos no projeto.

O trabalho de animação está sendo feito pela Sola Entertainment. O anime será dirigido por Kenji Kamiyama, que está por trás de projetos de anime como ‘Blade Runner: Black Lotus’ e a série ‘Ghost in the Shell: Stand Alone Complex’.

Leia também:

O enredo contará a história do lendário Helm Mão-de-Martelo, rei de Rohan. Cerca de 250 anos antes dos eventos de ‘O Senhor dos Anéis’, durante a Terceira Era, seu reino foi invadido pelos Terrapardenses, que atravessaram o rio Isen e desceram de Isengard. Os Rohirrim foram derrotados e sua terra invadida, Helm foi rechaçado e refugiou-se no Forte-da-Trombeta e na ravina por trás dele (que depois ficou conhecida como Abismo de Helm).

Os Rohirrim ficaram meses sitiados, mas apesar da fome Helm comandou as defesas do forte, e de acordo com Tolkien, “o pavor somente dele valia por muitos homens”. O rei por muitas vezes saía sozinho e espreitava o acampamento inimigo, matando muitos homens com as próprias mãos. “Acreditavam que, quando ele não portava armas, nenhuma arma o feria”, conta o livro.

Helm Mão-de-Martelo como retratado no jogo ‘Terra-Média: Sombras da Guerra’. Imagem: WB Games/Reprodução

Helm ainda tinha uma grande trombeta, que quando soprava um toque ecoava no abismo, e seus inimigos eram tomados por um medo tão grande que, em vez de se reunirem para capturá-lo ou matá-lo, fugiam. “Certa noite os homens ouviram a trombeta soando, mas Helm não voltou. Pela manhã veio um lampejo de sol, o primeiro em longos dias, e viram um vulto branco imóvel, de pé sobre o Dique, sozinho, pois nenhum dos Terrapardenses se atrevia a chegar perto. Ali estava Helm, morto como pedra, mas seus joelhos não estavam curvados”.

A coragem do rei deu ânimo aos  Rohirrim para resistir, e dizia-se que seu espírito ainda rondava o Abismo. Pouco depois, o sobrinho de Helm conseguiu surpreender os inimigos pela retaguarda e levantou o sítio. Ajuda veio de Gondor e os Rohirrim finalmente expulsaram os Terrapardenses do seu reino.

Estátua de Helm Mão-de-Martelo no Forte da Trombeta em ‘As Duas Torres’. Imagem: Warner Bros./Reprodução

Tolkien sempre foi contra adaptações das suas obras para outras mídias. Em vida, ele recusou vários contratos para transformar ‘O Hobbit’ e ‘O Senhor dos Anéis’ em filmes e desenhos – e os que chegaram a ser adaptados, ele não gostou. Seu filho Christopher Tolkien, que cuidou do legado do pai após seu falecimento, seguia a mesma linha – a trilogia dirigida por Peter Jackson só foi feita porque a New Line pagou US$ 12 milhões pelos direitos, que estavam com a Miramax.

Isso mudou em 2017, quando Christopher, já com 93 anos, deixou o posto de diretor do Tolkien Estate, órgão legal que gerencia a propriedade do escritor britânico. A nova diretoria é muito mais aberta às possibilidades – sobretudo financeiras – que a exploração do mundo criado por Tolkien podem trazer. Somente a primeira temporada da série do Prime Video de ‘O Senhor dos Anéis’ custará em torno de US$ 465 milhões, o maior valor gasto em uma produção de televisão na história.

Os seis filmes, incluindo a trilogia ‘Hobbit’ e os filmes ‘O Senhor dos Anéis’, arrecadaram US$ 5,9 bilhões nas bilheterias e formam uma das franquias de filmes mais premiada da história, com o maior número de prêmios da Academia e indicações, incluindo onze Oscars por ‘O Retorno do Rei’.

Via: Deadline

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Esta post foi modificado pela última vez em 10 de junho de 2021 16:52

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Renato Mota