Nesta quarta-feira (9), El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a reconhecer o bitcoin como uma moeda, e aceitá-la legalmente. A proposta para adoção da criptomoeda partiu do próprio presidente do país, Nayib Bukele, e foi aprovada pela maioria dos legisladores salvadorenhos.

Mal a decisão entrou em vigor no país, ela já começou a surtir efeitos na cotação do bitcoin. O ativo digital estava enfrentando quedas consecutivas há dias, chegando a alcançar a pior média dos últimos 10 anos. No entanto, nesta quinta-feira (10), a cripto disparou 7,9%, segundo a CoinDesk, sendo negociada por aproximadamente US$ 36,8 mil (cerca de R$ 186 mil na conversão atual).

publicidade

Especialistas acreditam que a alta tenha sido causada diretamente pela decisão do menor país da América Central em adotar o ativo como meio de pagamento.

Valor do bitcoin dispara após El Salvador anunciá-lo como moeda legal.
Imagem: Shutterstock

A mudança

O presidente Bukele assumiu o poder neste ano, mas, antes das eleições, utilizou o Twitter para afirmar que a aprovação do bitcoin como moeda legal promoveria a inclusão financeira e fomentaria o turismo do país, que teve sua economia fortemente atingida com a chegada da pandemia da Covid-19.

Nayib Bukele também havia dito que El Salvador estabeleceria uma parceria com a financeira digital Strike para fornecer a infraestrutura necessária para o uso do bitcoin como moeda oficial, junto com o dólar americano.

Leia também!

Com a nova lei, todos os agentes econômicos devem aceitar o bitcoin como forma de pagamento quando for oferecido pelo cliente. A lei também permite que impostos sejam pagos utilizando a criptomoeda.

Via: CNN Business

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!