Nesta sexta-feira (11), a vacina da Pfizer foi liberada para adolescentes de 12 anos ou mais pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Antes,  ela só podia ser aplicada em adolescentes a partir dos 16 anos. A vacina é a única contra a Covid-19 que pode ser usada em menores de 18 anos no Brasil.

A agência disse que a mudança ocorre após novos estudos de segurança feitos pela farmacêutica, que atestam a eficácia do imunizante em grupos mais jovens. Nos EUA e na Europa a vacina da Pfizer já é testada em crianças com menos de 11 anos.

publicidade

Leia também:

Vacina da Pfizer em adolescentes

“A ampliação foi aprovada após a apresentação de estudos desenvolvidos pelo laboratório (Pfizer) que indicaram a segurança e eficácia da vacina para este grupo. Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela Anvisa”, diz a nota da Anvisa.

A Moderna e a Johnson & Johnson realizam testes de suas vacinas contra a Covid-19 em adolescentes com idades entre 12 e 18 anos. Os resultados da primeira devem sair logo, de acordo com a Reuters.

No Brasil, além da Pfizer, também são aplicadas a CoronaVac e a vacina de Oxford-AstraZeneca. O governo federal também adquiriu doses do imunizante da Janssen, que devem chegar nos próximos dias. A vacina da Pfizer foi a primeira a receber o registro definitivo para vacinas Covid-19 no Brasil. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!