Qualcomm mostra interesse na Arm caso venda à Nvidia seja barrada

Imagem: SDX Central

Conforme divulgado pelo Olhar Digital, a compra da fabricante de chipsets ARM Holdings pela Nvidia deve entrar em investigação no Reino Unido, com órgãos de fiscalização buscando auditorias independentes para avaliar o impacto dessa negociação no mercado global. Caso a negociação seja realmente barrada, a gigante de chips Qualcomm afirmou ter interesse na aquisição da empresa, que é uma das principais fabricantes de processadores para computadores pessoais e servidores corporativos.

A britânica Arm Holdings foi vendida para a Nvidia, mas as negociações estão suspensas por investigações de órgãos regulatórios. Imagem: Ascannio – Shutterstock

Em setembro, a Nvidia anunciou intenção de adquirir a Arm por 40 bilhões de dólares, o que tornaria o negócio o segundo mais valioso do mercado de tecnologia, ficando atrás apenas da compra da EMC pela Dell por 67 bilhões de dólares. Antes disso, a ARM era uma das inúmeras propriedades do grupo de empresas japonesa de telecomunicações, investimentos e internet Softbank. Até então, NVidia e ARM eram concorrentes em alguns setores.

Qualcomm sugere acordo para tornar Arm companhia pública

No momento, a Arm continua pertencente ao conglomerado japonês. A compra depende da aprovação por autoridades regulatórias americanas, britânicas e europeias. 

Leia mais:

Cristiano Amon, que assumirá o posto de CEO da Qualcomm no final de junho, afirmou que a companhia teria interesse em comprar uma parcela da Arm caso ela passasse por um processo de listagem em bolsa, em vez de ser vendida à Nvidia. “Se a Arm tiver um futuro independente, eu acredito que você verá muito interesse de diversas companhias do ecossistema, incluindo a Qualcomm, de investir na Arm”, disse.

De acordo com Amon, “se [a empresa] deixar o SoftBank e entrar em um processo de se tornar uma companhia pública, com um consórcio de companhias que investem, incluindo consumidores, existam grandes possibilidades [da negociação se concretizar]”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Precisando de programador freelancer? Conheça o Codefreela