Segundo o portal Organdonor, 17 pessoas morrem por dia nos Estados Unidos à espera de um transplante. Para mudar este cenário no futuro, a Nasa anunciou o ‘Vascular Tissue Challenge’, uma competição que pretende acelerar a pesquisa sobre a produção de órgãos artificiais.

O desafio exigia que os pesquisadores criassem tecidos de órgãos humanos que pudessem “sobreviver” por pelo menos trinta dias.

publicidade

A equipe vencedora usou técnicas de impressão 3D para produzir um tecido hepático em laboratório.

Além do prêmio de 300 mil dólares, o time que ficou em primeiro lugar no desafio vai ter a oportunidade de enviar a pesquisa para a Estação Espacial Internacional, onde estudos similares já ocorreram.

Embora ainda seja difícil estimar um prazo para que os astronautas possam começar a implantar e produzir tecidos artificiais, a rápida evolução da bioimpressão em 3D começa a abrir essas possibilidades.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!