Se você perdeu as duas oportunidades anteriores para ver uma superlua, em abril e maio, é melhor marcar o calendário: a última superlua de 2021, a “Lua de Morango”, vai acontecer nesta quinta-feira.

Assim como nas luas “rosadas” ou “de sangue” nos meses anteriores,  a “Lua de Morango” não vai ter nenhuma grande mudança em sua aparência, além do fato de que parecerá um pouco maior no céu por causa de sua proximidade com nosso planeta.

publicidade

O apelido é derivado de tradições indígenas norte-americanas, que marcavam a passagem do tempo de acordo com as luas cheias e, para diferenciá-las, lhes associavam nomes relacionados a fenômenos que ocorrem aqui na Terra na mesma época. No caso da Lua de Morango, o fenômeno é o amadurecimento de morangos selvagens, que ocorre no final de junho.

Leia mais:

A definição de “superlua” é um tanto vaga, mas basicamente é o nome dado a uma lua cheia que ocorre no momento em que ela está no ponto mais próximo da Terra (o Perigeu) em sua órbita.

Para alguns, só luas cheias que ocorrem no mesmo dia do Perigeu são superluas. Para outros, basta a Lua estar dentro de “90%” de sua aproximação máxima, o que é o caso desta semana. O Perigeu acontecerá às 6h54 (horário de Brasília) do dia 23 de junho (quarta-feira), mas a Lua Cheia só ocorre mais de um dia depois, às 15h39 do dia 24 (quinta-feira).

De qualquer forma, para ver a “Lua de Morango” basta olhar para o leste a partir do momento do pôr do sol, por volta das 18h, quando a Lua irá surgir no horizonte ao leste. O efeito é mais impressionante se houver prédios ou árvores no horizonte, já que o contraste faz com que a Lua pareça ainda maior.

Apps dão uma forcinha

Para saber o momento exato do pôr do sol em sua cidade, basta perguntar ao Google: “OK Google, quando o sol vai se pôr hoje?”. Já para saber para onde olhar, basta usar um app de bússola.

Quem usa um iPhone não precisa de um app extra, basta usar o Bússola, que é parte do iOS. Para Android, uma boa opção é o Apenas uma bússola, da PixelProse SARL, que é bonito, simples, gratuito e, mais importante, sem anúncios.

Reprodução

Além da direção em que o celular está apontando, ele também indica o horário do nascer e do pôr do sol, sua altitude e até a intensidade do campo magnético próximo ao aparelho. Tudo isso em uma tela só. 

Dicas para fotografar a superlua

Se você quiser registrar o fenômeno, veja este artigo com nossas dicas para fotografar a superlua. É tudo questão de usar um tripé e encontrar o momento certo. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!