Pelo quinto ano consecutivo, a estudante de Ciência da Computação Karina Tronkos, 24 anos, venceu o concurso Swift Student Challenge, desafio mundial da Apple que propõe aos participantes a criação de aplicativos interativos com a linguagem de programação Swift. O concurso garante aos 350 campeões a participação na Worldwide Developers Conference (WWDC), conferência anual de desenvolvedores da empresa, que acontece nos EUA, além de um ano de gratuidade da conta de desenvolvedor iOS na App Store. Neste ano, por conta da pandemia de Covid-19, assim como em 2020, o evento aconteceu de forma on-line.

Estudante vence concurso da Apple pelo quinto ano seguido.
Imagem: Reprodução Instagram

Aluna da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Karina é também influenciadora digital no Instagram. Seu perfil profissional, no qual se identifica como UX Design e Tech, tem quase 90 mil seguidores.

publicidade

Nele, a jovem aborda design e tecnologia. “Meu objetivo com o Nina Talks é atrair mais pessoas para trabalhar com tecnologia, principalmente mulheres. Busco compartilhar oportunidades e dicas, descomplicando o universo de design de produtos digitais e programação”, disse a estudante em entrevista ao Olhar Digital.

UX é a abreviação de User Experience. Assim, UX Design, em tradução literal, significa Design de Experiência do Usuário. É, portanto, uma área cujo objetivo é garantir que o usuário tenha a melhor experiência no uso de algum produto ou serviço.

Karina diz que ficou sabendo da competição na faculdade, onde conheceu algumas pessoas que haviam vencido e a incentivaram. “A primeira inscrição foi em 2016, mas eu não ganhei. No ano seguinte, tentei novamente e consegui”, relata.

Karina Tronkos no WWDC 2019, última edição em modo presencial. Devido à pandemia, o evento aconteceu de forma on-line em 2020 e 2021. Imagem: Arquivo Pessoal

Na ocasião, em 2017, seu projeto foi a criação de um aplicativo direcionado ao público infantil, para as crianças entenderem mais sobre o funcionamento do corpo humano. 

No ano seguinte, ela desenvolveu um app sobre daltonismo, com o objetivo de mostrar a importância de serem criados programas acessíveis a esse público. 

Sua terceira vitória foi graças a um programa sobre Nancy Grace Roman, primeira mulher a ter um cargo executivo na Nasa. Segundo Karina, ela estava envolvida no envio do telescópio Hubble ao espaço.

Em 2020, o tema escolhido foi a estação espacial internacional, por meio do qual abordava a união das nações.

Leia mais:

Aplicativo criado para o Swift Student Challenge 2021 aborda sustentabilidade

Já no concurso deste ano, a estudante venceu apresentando um projeto voltado à biomimética,  área que estuda os princípios criativos e estratégias da natureza, visando o desenvolvimento de soluções para os problemas atuais da humanidade, unindo funcionalidade, estética e sustentabilidade.

Karina conta que descobriu a área ao assistir um vídeo sobre design inspirado na natureza. “Me apaixonei pela ideia e logo pensei que seria um ótimo tema de playground”.

Mesmo sendo um tema complexo, a jovem resolveu enfrentar o desafio de torná-lo didático e de fácil entendimento para seus usuários. Ela conta que os participantes têm duas semanas para desenvolver um swift playground interativo de três minutos. “Passei os primeiros dias estudando o assunto e criando a estrutura do processo da aplicação”.

Segundo Karina, para desenvolver o projeto, ela considerou o sentimento que gostaria de provocar nos avaliadores ao interagirem com a aplicação. Além disso, como em todos os outros anos, buscou trabalhar um tema que unisse seus interesses e os da Apple. “Sou apaixonada por design e natureza, e a empresa tem tudo a ver com isso, pois se preocupa com a sustentabilidade”, diz. 

Karina explica que o concurso envolve o desenvolvimento de programas para Swift Playgrounds. “São aplicativos que têm uma carinha um pouco diferente do tradicional”, explica. “O desafio é desenvolver um app para iPad e Mac que possa tornar o aprendizado da linguagem Swift divertido e interativo”.

Swift Student Challenge valoriza inovação e criatividade

Em relação à avaliação dos projetos, Karina diz que não sabe quais são os critérios. “Não sabemos como é a forma de avaliação, mas na carta de congratulações que enviaram para os vencedores eles disseram que fomos escolhidos por conta do nosso projeto refletir ‘inovação e criatividade, duas coisas que nos importamos muito na Apple’”.

Ela acredita que sua forma de trabalhar os temas pode ser uma peculiaridade. “Meu diferencial é explorar a experiência do usuário, porque todo mundo pode programar, mas vejo poucas pessoas usando a tecnologia para trazer a sua ideia para a realidade”.

Karina aconselha os interessados em participar da competição a se prepararem. “Qualquer um pode participar, mas é preciso entender de programação para desenvolver um aplicativo”, afirma.

A jovem incentiva a participação de todos que estiverem interessados. “Acham que por ser uma competição mundial, é algo muito difícil, mas não é assim. Ter vencido esses anos me motivou a acreditar mais em mim e me ajudou a ampliar a minha rede de contatos”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!