A cratera começou a se formar após um forte estrondo na região de Santa Maria Zacatepec, zona rural do México, e já ultrapassou a marca dos 120 metros de diâmetro. A preocupação, segundo os especialistas, é que a abertura pode continuar se expandindo.

O buraco gigante engoliu grande parte de uma casa e até dois cachorros, e cobre atualmente uma área de 11 mil metros quadrados. A notícia foi publicada pelo portal Mexico News Daily. O imóvel que desapareceu ficava nas proximidades do buraco.

publicidade

A moradora disse que notou um forte cheiro de enxofre três dias antes da abertura aparecer. Outra fonte anônima disse ao jornal que dois cachorros também ficaram quatro dias presos na cratera. A boa notícia, é que os animais foram resgatados com vida pelos bombeiros.

A cratera surgiu no dia 29 de maio. Os moradores relataram que ouviram um barulho que pensaram ter vindo de um raio. Na verdade, o som foi causado pelo surgimento do buraco, que inicialmente tinha 30 metros de diâmetro. Muitos curiosos foram ver a cratera de perto e correram assustados quando ele aumentou de tamanho.

Entre as possíveis causas estão uma falha geológica ou variações no teor de água no solo. Alguns moradores acreditam que o acidente está relacionado à exploração excessiva das reservas de água subterrânea na região.

Por ora, os órgãos públicos começaram uma investigação para determinar o que causou o incidente. A cratera acabou virando uma atração para os residentes de Puebla. A polícia local teve que tomar medidas para evitar o tráfego excessivo no local.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!